Exportar registro bibliográfico

Mecanismos de reação nos sistemas `ANTPOT.16, 18 ´O´ + `63, 65 Cu´ (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SHORTO, JULIAN MARCO BARBOSA - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FNC
  • Subjects: FUSÃO NUCLEAR; REAÇÕES NUCLEARES; FÍSICA NUCLEAR
  • Language: Português
  • Abstract: Foram medidas as funções de excitação quase-elásticas para os sistemas `ANTPOT.16,18 O´ + `ANTPOT.63,65 Cu´, no ângulo de `161 GRAUS´ e em energias compreendidas entre 30 e 48 MeV, no referencial do laboratório. O termo quase-elástico aqui significa a soma do espalhamento elástico, dos espalhamentos inelásticos e das reações de transferência. Todos os cuidados foram tomados para se obter dados de alta precisão em pequenos passos de 0,5 MeV de energia, pois o objetivo primeiro deste trabalho era realizar operações matemáticas (derivadas) sobre os pontos experimentais a fim de deduzir as distribuições de barreiras quase-elásticas desses sistemas. O ângulo de detecção escolhido, o maior possível com nossos detectores, objetivava estudar diretamente a competição entre a fusão e os processos diretos quando ambos os processos são alimentados pelas mesmas ondas parciais. Nessa situação, as representações das distribuições de barreiras de fusão e quase-elástica devem ser equivalentes devido à conservação do fluxo. O intervalo de energias foi escolhido para cobrir a região em torno da barreira coulombiana onde as distribuições de barreiras têm sentido e constituem um bom instrumento para o estudo dos mecanismos de reação nessas energias. Além das medidas quase-elásticas inclusivas, a resolução em carga do detector permitiu que as funções de excitação de alguns canais de transferência fossem também medidas no mesmo ângulo e energias citados acima. A análiseteórica dos dados foi realizada no âmbito do modelo de Canais de Reações Acoplados através do programa FRESCO. Outro objetivo deste trabalho foi a utilização de núcleos ímpares como alvos, pois os seus spins não nulos introduzem fenômenos adicionais ao mecanismo de reação que, eventualmente, podem se detectados pelas distribuições de barreiras. Um novo procedimento de cálculo foi empregado pela eliminação de qualquer potencial imaginário na região de interação, ) substituindo-o pela inclusão do maior número possíveis de canais de reação no cálculo de canais acoplados. Dessa maneira, elimina-se um problema muito comum nos cálculos de canais acoplados, que é o de misturar canais de reação com potencial imaginário deduzido a partir do ajuste de espalhamento elástico, o qual já contém o efeito desses canais. Além disso, e esse é um ponto importante desta análise, foi utilizada a parte real do Potencial de São Paulo, um potencial de dupla-convolução sem parâmetros livres, para simular a interação nuclear entre projéteis e alvos. Uma vez que todos os parâmetros nucleares necessários aos cálculos de canais acoplados advieram da literatura, nossa análise apresenta previsões teóricas que devem ser comparadas com os dados experimentais, o que é muito diferente dos ajustes aos dados através da variação de vários parâmetros livres. Porém, uma vez que o mecanismo da fusão não é tratado explicitamente pelo FRESCO, ao menos um potencial imaginário de alcance muito curtoteve de ser utilizado para absorver as ondas que penetram nas barreiras de potencial e levam à fusão. Mas o alcance desse potencial imaginário foi escolhido como o menor possível, de tal maneira a não afetar os demais processos diretos. Outra característica importante da análise teórica empreendida neste trabalho é a utilização de todos os dados disponíveis na literatura para esses sistemas nas energias em torno da barreira. Assim, as previsões teóricas puderam ser comparadas com um grande conjunto de dados e ganharam grande consistência e amplitude. Os resultados obtidos com essas análises revelaram uma forte coletividade dos núcleos `ANTPOT.63 Cu´ e `ANTPOT.65 Cu´, sendo que os três primeiros estados vibracionais quadrupolares 1/2-, 5/2- e 7/2- predominam sobre os demais estados excitados. As reações de transferência têm pequeno efeito sobre os demais processos, mas sofrem forte influência deles. ) Uma exceção é a transferência de dois nêutrons do `ANTPOT.18 O´ para o `ANTPOT.63 Cu´, cuja importância nesse sistema é considerável. Além disso, foi constatado que, mesmo nesses sistemas de peso médio, o mecanismo de reorientação do spin do estado fundamental, de ambos os alvos, tem grande efeito sobre em todos os processos nucleares analisados, mas é particularmente forte no espalhamento elástico em ângulos traseiros. Finalmente, as distribuições de barreiras quase-elásticas se mostraram sensíveis a todos esses mecanismos de reação e constituem, de fato, umaexcelente ferramenta para o estudo de reações nucleares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.09.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SHORTO, Julian Marco Barbosa; CREMA, Edilson. Mecanismos de reação nos sistemas `ANTPOT.16, 18 ´O´ + `63, 65 Cu´. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-02102007-121454/ >.
    • APA

      Shorto, J. M. B., & Crema, E. (2007). Mecanismos de reação nos sistemas `ANTPOT.16, 18 ´O´ + `63, 65 Cu´. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-02102007-121454/
    • NLM

      Shorto JMB, Crema E. Mecanismos de reação nos sistemas `ANTPOT.16, 18 ´O´ + `63, 65 Cu´ [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-02102007-121454/
    • Vancouver

      Shorto JMB, Crema E. Mecanismos de reação nos sistemas `ANTPOT.16, 18 ´O´ + `63, 65 Cu´ [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-02102007-121454/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021