Exportar registro bibliográfico

Auto-retrato coletivo: poéticas de abertura ao espectador na desconstrução de uma identidade coletiva (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, ARNALDO VALENTE GERMANO DA - ECA
  • Unidade: ECA
  • Sigla do Departamento: CAP
  • Subjects: ARTES; POÉTICAS VISUAIS; ARTE TECNOLÓGICA; AUTORRETRATOS; CRIAÇÃO ARTÍSTICA; CRIAÇÃO COLETIVA
  • Language: Português
  • Abstract: O objeto desta dissertação de Mestrado é composto pela série Auto-Retrato Coletivo de Nardo Germano. Organizada artisticamente como repositório crítico de uma identidade " coletiva - seu tema central -, a série constitui-se de auto-retratos híbridos entre o Indivíduo e o Coletivo, questionando a construção identitária marcada por estigmas sociais. As obras que compõem a série são: l)Auto-Objeto; 2)Sujeitos; 3)Auto-Retrato por Metro Quadrado; 4)Cabeça Defronte; 5)Auto-Retr _Ato_Coletivo; 6)Especulares #7; 7)Corpo Coletivo; 8)AlterEgo; 9)ANDROMAQUIA on-line; e lO)Doe Seu Rosto/Give Me Your Face. A atual pesquisa artística dá continuidade a Auto-Objeto(1987), uma obra composta por painéis de auto-retratos sem negativo obtidos em cabine Fotomática, e articula-se a partir da digitalização de um conjunto imanente da obra Sujeitos(1987), colagens realizadas com auto-retratos acéfalos, recortes de textos, imagens e manchetes de jornal. Com o objetivo de, nesta fase, estabelecer novos contrapontos ao discurso mono lógico identitário oficial bem como ao conceito de uma autoridade do artista como autor que controla os sentidos da obra, a criação partiu da hipótese de que o investimento nos graus de abertura à recepção podem promover o dialogismo e polifonia almejados, com a inclusão da alteridade, das expressões e dos pontos de vista dos espectadores na noção de identidade coletiva veiculada nas obras, considerando os conceitos de "obra aberta" de Umberto Eco bem como de"dialogismo e polifonia" de Mikhail Bakhtin. ) A presente dissertação discorre sobre aquelas obras originais - como paradigmas internos da criação - e sobre as obras produzidas durante esta pesquisa artística, focando nas proposições dialógicas de poéticas abertas, bem como nas estratégias de participação e interatividade então implementadas, realizadas em ambiente real e/ou através dos meios tecnológicos. O texto explicita e reflete sobre as poéticas de abertura envolvidas na recepção, comprovando por fim a hipótese de trabalho. Em suma, no que tange aos resultados sobre o tema proposto, conclui-se que Auto-Retrato Coletivo promove um movimento contínuo de construção e desconstrução identitária possibilitado pela abertura poética aos espectadores que, convertidos em participantes e/ou interatores, cumulativamente renovam, expandem e problematizam a identidade coletiva, inscrevendo-a na dimensão Utópica de Identidades Abertas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.04.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GERMANO, Nardo; TAVARES, Monica. Auto-retrato coletivo: poéticas de abertura ao espectador na desconstrução de uma identidade coletiva. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27131/tde-14052009-155253/ >.
    • APA

      Germano, N., & Tavares, M. (2007). Auto-retrato coletivo: poéticas de abertura ao espectador na desconstrução de uma identidade coletiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27131/tde-14052009-155253/
    • NLM

      Germano N, Tavares M. Auto-retrato coletivo: poéticas de abertura ao espectador na desconstrução de uma identidade coletiva [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27131/tde-14052009-155253/
    • Vancouver

      Germano N, Tavares M. Auto-retrato coletivo: poéticas de abertura ao espectador na desconstrução de uma identidade coletiva [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27131/tde-14052009-155253/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021