Exportar registro bibliográfico

Relações sociais entre gatos domésticos de estimação (Felis catus) quando fora de suas residências (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, FLAVIA ANDREIA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: GATOS; COMPORTAMENTO SOCIAL ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: O gato doméstico (Felis catus), ainda que seja facilmente observável em agrupamentos numerosos, em ambiente urbano e rural, geralmente foi considerado um animal solitário quanto à sua organização social. Os gatos, no máximo, eram considerados gregários em certas situações. No entanto, trabalhos mais cuidadosos demonstram que esta espécie apresenta uma organização social bastante complexa, atingindo, inclusive, um nível de socialidade semelhante ao do leão. Assim, o estudo do comportamento do gato doméstico pode ajudar a esclarecer os fatores que favorecem a vida social dos felinos em geral. O objetivo do presente estudo é compreender como ocorrem as relações sociais entre os gatos de estimação, quando fora de suas residências, uma vez que dados na literatura a respeito da organização social gatos domésticos que vivem com seus donos em "ambiente urbano" e com abrigo e alimentação regulares são muito limitados. Foi observado o comportamento de 20 (vinte) gatos domésticos de estimação adultos machos (n= 08) e fêmeas (n=12), não castrados, que contam com alimentação e abrigo regulares, sem raça definida, escolhidos a partir de um questionário feito com seus donos. Os dados comportamentais foram estudados através da Análise Seqüencial do Comportamento pelo programa Ethoseq. Categorias sociais foram analisadas através de Árvores Geradoras Mínimas e de Arvores Orientadas de Caminhos mais Curtos. Foi utilizado na análise, também, o método das Árvores de Hierarquiade Dominância quando foi usado o software Domina. As relações agonísticas, afiliativas e de dominância observadas sugerem que os indivíduos estudados saem de suas casas e desenvolvem relações entre si, mesmo com abrigo e alimento regulares. Os contatos sociais podiam ser com gatos que convivem na mesma residência, ou não. Porém os as relações agonísticas foram mais restritas entre os indivíduos. A analise de dominância para o grupo estudado não mostrou a uma hierarquia linear. Este resultado mostra a variedade comportamental dos gatos de estimação no ambiente de estudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Flávia Andréia; ALBERTS, Carlos Camargo. Relações sociais entre gatos domésticos de estimação (Felis catus) quando fora de suas residências. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Pereira, F. A., & Alberts, C. C. (2007). Relações sociais entre gatos domésticos de estimação (Felis catus) quando fora de suas residências. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pereira FA, Alberts CC. Relações sociais entre gatos domésticos de estimação (Felis catus) quando fora de suas residências. 2007 ;
    • Vancouver

      Pereira FA, Alberts CC. Relações sociais entre gatos domésticos de estimação (Felis catus) quando fora de suas residências. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021