Exportar registro bibliográfico

Efeito da ovariectomia e do tratamento com estrógeno sobre a modulação autonômica cardiovascular em ratas hipertensas (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DIAS, DANIEL PENTEADO MARTINS - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFI
  • Subjects: ESTRÓGENOS; HIPERTENSÃO; CORAÇÃO (FUNDAMENTOS;VARIABILIDADE)
  • Language: Português
  • Abstract: Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte de homens e mulheres adultas. A literatura indica haver dimorfismo sexual quanto à ocorrência de eventos cardiovasculares, já que mulheres pré-menopausa apresentam menor risco cardiovascular, quando comparadas a homens de mesma idade. Entretanto, após entrada na menopausa este dimorfismo desaparece. Diversas evidências indicam haver efeito do estrógeno no sistema cardiovascular (SCV), porém, resultados pouco conclusivos sobre os mecanismos envolvidos, mostrando efeitos benéficos, neutros ou maléficos do estrógeno sobre o SCV têm sido mostrados. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar, em ratas normotensas ou espontaneamente hipertensas (SHR), os efeitos da ovariectomia (OVX), e da administração crônica de estrógeno, sobre a pressão arterial (PA) e a modulação autonômica cardíaca, importantes fatores de risco cardiovascular. Ratas Wistar ou SHR foram submetidas à OVX ou cirurgia para retirada fictícia dos ovários. Após 1 semana as ratas começaram a ser tratadas com benzoato de estradiol (10 µg/kg/dia, sc), ou veículo (óleo de milho), diariamente, por 21 dias. Dois dias antes dos experimentos, as ratas foram implantadas com eletrodos para registro de eletrocardiograma (ECG) e um catéter na veia femoral. Após registro basal do ECG, as ratas receberam atropina (2 mg/kg, iv) seguida de propranolol (4 mg/kg, iv) e, no dia seguinte, receberam os bloqueadores autonômicos na ordem inversa. Ao término dosegundo dia de registro, as ratas foram implantadas com um catéter na arterial femoral. Após 24 horas, a PA foi registrada e os animais sacrificados por sobredose de anestésico. Os intervalos entre sucessivas ondas R do ECG foram determinados e séries, batimento a batimento, de freqüência cardíaca (FC) foram geradas. Para análise da variabilidade da FC (HRV), as séries de FC tiveram seu espectro calculado pela transformada rápida de Fourier, e integrados em bandas de baixa (LF: 0,2 -0,75 Hz) e alta freqüência (HF: 0,75 -3 Hz). Ratas Wistar tiveram, como esperado, menor PA basal (98±4 vs. 150±6 mmHg) e menor efeito simpático (bradicardia pós propranolol: 19±3 vs. 42±5 bpm) que as SHR. A FC e PA basal, assim como o tono autonômico cardíaco não foram afetados pela OVX ou pelo tratamento com estrógeno nas ratas Wistar. Entretanto, o estrógeno nas SHR submetidas à OVX promoveu aumento da FC basal (450±18 vs. 369±9 bpm) e do efeito simpático (100±9 vs. 45±7 bpm), quando comparadas às SHR OVX tratadas com veículo. A razão entre as potências do espectro de FC nas bandas de LF e HF (LF/HF) foi maior nas SHR controle em relação às ratas Wistar (O,63:tO,1 vs. O,23:tO,O3). A OVX não alterou a razão LF/HF dos espectros de FC das SHR ou das ratas Wistar. Entretanto, o tratamento diário com estradiol elevou a razão LF/HF dos espectros de FC, tanto nas ratas Wistar (0,48±0,08) como nas SHR (0,98±0,11). Nos espectros de FC a banda de LF é fortemente associadaà modulação simpática cardíaca, enquanto que a de HF, à atividade vagal sobre o coração. Assim, a razão LF/HF dos espectros de FC é considerada um forte indicador de balanço simpato-vagal cardíaco. Os resultados do presente estudo sugerem: (1) fêmeas SHR apresentam uma maior modulação simpática cardíaca em relação às ratas Wistar; (2) A OVX não afeta o tono autonômico cardíaco em ratas das linhagens Wistar e SHR; (3) O tratamento com estrógeno parece aumentar o efeito simpático para o coração em ambas as linhagens de ratas estudadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.08.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Daniel Penteado Martins; FAZAN JÚNIOR, Rubens. Efeito da ovariectomia e do tratamento com estrógeno sobre a modulação autonômica cardiovascular em ratas hipertensas. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Dias, D. P. M., & Fazan Júnior, R. (2007). Efeito da ovariectomia e do tratamento com estrógeno sobre a modulação autonômica cardiovascular em ratas hipertensas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Dias DPM, Fazan Júnior R. Efeito da ovariectomia e do tratamento com estrógeno sobre a modulação autonômica cardiovascular em ratas hipertensas. 2007 ;
    • Vancouver

      Dias DPM, Fazan Júnior R. Efeito da ovariectomia e do tratamento com estrógeno sobre a modulação autonômica cardiovascular em ratas hipertensas. 2007 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020