Exportar registro bibliográfico

Obesidade e cirurgia bariátrica: estudo psicossocial sobre relações entre uma patologia social e uma solução tecnológica (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MONTEIRO, GISELA VASCONCELLOS - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: CIRURGIA; OBESIDADE MÓRBIDA; FATORES PSICOSSOCIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: As cirurgias bariátricas foram descobertas nos anos 50 e no Brasil tornaram-se freqüentes nos anos 90. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), a obesidade é um problema de saúde pública mundial. É definida como o acúmulo de gordura no indivíduo pelo desequilíbrio entre consumo e gasto energético. Suas principais conseqüências são as doenças associadas e as dificuldades psicossociais relacionadas ao preconceito e à discriminação. A obesidade severa é classificada pelo índice de Massa Corporal (IMC) = 40 Kg/m2. É considerada doença crônica de causas multifatoriais. As cirurgias bariátricas tornaram-se importante tratamento para a obesidade mórbida. As técnicas mistas, que combinam saciedade precoce com absorção moderada de nutrientes, são as mais realizadas. Exigem que o paciente coma lentamente, em pequenas quantidades, várias vezes ao dia. A perda de peso é de cerca de 40%. São indicadas para portadores de obesidade severa com tratamento clínico por mais de dois anos, após avaliação psicológica e nutricional. O fenômeno psicossocial estudado foram as relações entre a obesidade como patologia social e a cirurgia bariátrica como solução tecnológica. A linha de discussão inclui autores da Sociologia, Psicologia Social e Psicanálise. Foram realizadas 40 entrevistas com pacientes usuários de planos de saúde, entre 06 e 15 meses de operados, sendo 31 mulheres e 09 homens, com idades entre 22 e 61 anos. A análise dos resultados foi feita por categoriaspreviamente escolhidas, categorias derivadas empiricamente, síntese global das respostas e construção de subtexto. Os resultados indicaram que as condições clínicas e a adaptação social dos pacientes melhoraram após a cirurgia, com importante redução das doenças associadas. Indicaram ainda que o período de produção da obesidade não foi vivenciado emocionalmente pela maioria dos pacientes. Concluiu-se que a produção da obesidade configura uma síndrome psicossocial, pela normatividade de seu processo produtivo e pela consonância verificada nos depoimentos dos entrevistados. A cirurgia, tal como detectado no estudo, funciona como uma órtese, uma solução de alta tecnologia que inscreve o indivíduo novamente na vida social
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MONTEIRO, Gisela Vasconcellos; TASSARA, Eda Terezinha de Oliveira. Obesidade e cirurgia bariátrica: estudo psicossocial sobre relações entre uma patologia social e uma solução tecnológica. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Monteiro, G. V., & Tassara, E. T. de O. (2007). Obesidade e cirurgia bariátrica: estudo psicossocial sobre relações entre uma patologia social e uma solução tecnológica. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Monteiro GV, Tassara ET de O. Obesidade e cirurgia bariátrica: estudo psicossocial sobre relações entre uma patologia social e uma solução tecnológica. 2007 ;
    • Vancouver

      Monteiro GV, Tassara ET de O. Obesidade e cirurgia bariátrica: estudo psicossocial sobre relações entre uma patologia social e uma solução tecnológica. 2007 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020