Exportar registro bibliográfico

Avaliação da bupivacaína em baixa concentração associada ou não ao sufentanil no espaço epidural de cães submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULO, REYNALDO TERUEL CARREIRA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: DOR; ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA; ANALGESIA; CÃES; ANESTESIA PERIDURAL
  • Language: Português
  • Abstract: Na medicina a bupivacaína em baixa concentração é amplamente utilizada nos períodos trans e pós-operatório associada ou não ao sufentanil. O presente estudo clínico teve como objetivo avaliar de forma comparativa a associação ou não do sufentanil a bupivacaína, observando-se os tempos e a qualidade dos bloqueios sensitivos e motores durante os períodos trans e o pós-operatório obtidas bem como alterações cardiovasculares e respiratórias. Para tanto foram utilizados 20 animais distribuidos aleatóriamente entre os grupos bupivacaína isolada (BI) e bupivacaína associada ao sufentanil (BS) que seriam submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores. Todos os animais foram pré-medicados pela via intramuscular com 0,1 mg/kg acepromazina e 2 mg/kg de meperidina. Decorridos 15 minutos administro-se pela via intravenosa de propofol na dose de 3 mg/kg e realizou-se a anestesia epidural entre as vértebras L7 e S1 utilizando a bupivacaína isoladamente na dose de 0,4 mg/kg (BI) ou a bupivacaína na dose de 0,4 mg/kg associada ao sufentanil na dose de 2µg/kg (BS) sendo que em ambos os grupos o volume total de solução foi 0,26 ml/kg. Os animais eram inicialmente mantidos em sedação com infusão continua de propofol ou eram intubados e mantidos com isoflurano caso houvesse dor ou desconforto, fato evidenciado pelo aumento de 20% das ferquencias cardíacas ou respíratória e pressão arterial. Foram avaliados o número de vértebras bloqueadas, os tempos de latência dobloqueio motor e sensitivo, a analgesia através das freqüências cardíaca, respiratória, pressão arterial e do cortisol sérico. No período pós-operatório os animais foram avaliados por 120 minutos através de testes subjetivos como a escala visual analógica (EVA) e a de analgesia e sedação proposta pelo Colorado State University Teaching Hospital.Não houve diferença estatística entre os grupos referente ao tempo de bloqueio motor e sensitivo, freqüência cardíaca, respiratória e pressão arterial. No grupo BI 80% dos animais necessitaram de intubação e no grupo BS 60%; o tempo para intubação foi maior no grupo BS. A concentração expirada de isoflurano foi menor no grupo BS, aos 30 minutos após intubação. O cortisol apresentou diferença estatística entre os grupos, 20 minutos após epidural e 30 minutos após a cirurgia e foi observado em cada grupo diferenças nos momentos M2 e M3 comprarativamente ao M1. No pós-operatório o grupo BI imediatamente após a cirurgia apresentou valores maiores na (EVA) e na escala de analgesia e sedação da escala do Colorado State University Veterinary Teaching Hospital comparativamente ao BS. Pelos resultados obtidos pode-se concluir que a anestesia epidural realizada com bupivacaína a 0,15% no volume de 0,26 ml/kg apresenta melhor analgesia nos períodos trans e pós-operatório quando associada ao sufentanil, diminuindo a concentração expirada de isoflurano e o consumo de analgésicos no pós-operatório. Os dois protocolos são seguros do ponto de vista hemodinâmico e respiratório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.11.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULO, Reynaldo Teruel Carreira; FANTONI, Denise Tabacchi. Avaliação da bupivacaína em baixa concentração associada ou não ao sufentanil no espaço epidural de cães submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Paulo, R. T. C., & Fantoni, D. T. (2006). Avaliação da bupivacaína em baixa concentração associada ou não ao sufentanil no espaço epidural de cães submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Paulo RTC, Fantoni DT. Avaliação da bupivacaína em baixa concentração associada ou não ao sufentanil no espaço epidural de cães submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores. 2006 ;
    • Vancouver

      Paulo RTC, Fantoni DT. Avaliação da bupivacaína em baixa concentração associada ou não ao sufentanil no espaço epidural de cães submetidos a cirurgias ortopédicas dos membros posteriores. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021