Exportar registro bibliográfico

Potencial antioxidante e composição fenólica de infusões de ervas consumidas no Brasil (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, RODRIGO APARECIDO MORAES DE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LAN
  • Subjects: ANTIOXIDANTES; CHÁ; FLAVONÓIDES
  • Language: Português
  • Abstract: Os chás destacam-se como a segunda bebida mais consumida no mundo. Além disso, seu consumo tem se modernizado, adequando-se aos anseios dos consumidores. São uma boa fonte de compostos com atividade antioxidante, os quais podem trazer benefícios à saúde humana pelo retardamento do processo de envelhecimento, assim como pela prevenção de doenças crônicas, tais como o câncer e doenças cardiovasculares. Infusões de ervas processadas e frescas foram estudadas quanto a teor de compostos fenólicos totais, perfil de flavonóides e atividade antioxidante. Os teores de compostos fenólicos totais, determinados pelo método de Folin-Ciocalteu, variaram de zero a 46,46 mg/g. Os flavonóides miricetina, quercetina e campferol foram identificados e quantificados por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) nos chás preto, verde e de camomila. A atividade antioxidante foi avaliada pelo método do seqüestro do radical 2,2'-difenil-1-picrilhidrazil (DPPH) e pelo sistema modelo 'beta'-caroteno/ácido linoléico (BCAL), usando hidroxitolueno butilado (BHT) e álfa'- tocoferol como padrões. As maiores atividades encontradas pelo sistema modelo BCAL foram para as infusões de chá preto, mate, capim-limão, camomila e funcho, enquanto as infusões de ervas frescas apresentaram as menores atividades. Entretanto, quando a atividade antioxidante foi avaliada pelo método do DPPH, as infusões de ervas frescas de menta e funcho foram as que apresentaram as maiores atividades. Oschás processados que apresentaram os menores valores de IC50 foram verde e preto (147,63 'mü'g/mL e 288,60 'mü'g/mL, respectivamente). Os resultados obtidos demonstraram que as infusões analisadas são boas fontes de compostos com atividade antioxidante.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.07.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES-DE-SOUZA, Rodrigo Aparecido; ALENCAR, Severino Matias de. Potencial antioxidante e composição fenólica de infusões de ervas consumidas no Brasil. 2007.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-08082007-165038/ >.
    • APA

      Moraes-de-Souza, R. A., & Alencar, S. M. de. (2007). Potencial antioxidante e composição fenólica de infusões de ervas consumidas no Brasil. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-08082007-165038/
    • NLM

      Moraes-de-Souza RA, Alencar SM de. Potencial antioxidante e composição fenólica de infusões de ervas consumidas no Brasil [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-08082007-165038/
    • Vancouver

      Moraes-de-Souza RA, Alencar SM de. Potencial antioxidante e composição fenólica de infusões de ervas consumidas no Brasil [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-08082007-165038/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021