Exportar registro bibliográfico

Conseqüências da expressão da enzima Cu,Zn-superóxido dismutase (SOD1) e sua mutante G93A em neuroblastomas.: Implicações para a esclerose lateral amiotrófica (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: CERQUEIRA, FERNANDA MENEZES - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: RADICAIS LIVRES; SUPERÓXIDO DISMUTASE; NEUROBLASTOMA; DOENÇAS DA MEDULA ESPINHAL (ESTUDO)
  • Language: Português
  • Abstract: Cerca de 20´POR CENTO´ dos casos familiares de esclerose lateral amiotrófica (ELAf) são causados por mutações na enzima Cu, Zn-superóxido dismutase (SOD1). Inicialmente se supôs que as enzimas mutantes teriam a atividade SOD comprometida, entretanto isto não foi comprovado. Atualmente, considera-se que as enzimas mutantes adquiram propriedades tóxicas. Quais seriam estas propriedades e como levariam à degeneração do neurônio motor são questões ainda não respondidas. Neste trabalho, comparamos neuroblastomas humanos transfectados com SOD1 G93A associada à ELAf (SH-´SY5Y POT. G93A), e SOD1 selvagem (SH-´SY5Y IND. WT´) com células parentais (SH-SY5Y) em relação ao crescimento, viabilidade, produção basal de oxidantes, atividades SOD e peroxidásica e modificações estruturais da SOD. As células transfectadas apresentaram aumento na taxa de crescimento e na produção basal de oxidantes. As células SH-´SY5Y POT. WT´ e ´SHSY5Y POT. G93A´ mantiveram a expressão de SOD1 e atividade consistente com o aumento esperado de duas vezes, em estágios iniciais de cultura. A atividade peroxidásica do homogenato da célula ´SH-SY5Y POT. G93A´ foi maior. Após quatro semanas, a linhagem ´SHSY5Y POT. G93A´ manteve a expressão de SOD1, mas as atividades dismutásica e peroxidásica diminuíram. A expressão de SOD1 aumentou a proporção de formas alteradas de SOD1, como enzima reduzida, multímeros formados por ponte dissulfeto e formas insolúveis em detergente, particularmente na linhagem´SHSY5Y POT. G93A´. Entre estas formas insolúveis, identificamos um dímero covalente de SOD. Estas formas alteradas provavelmente são responsáveis pela ativação do proteassomo e estresse do retículo endoplasmático, verificados nas células transfectadas. Concluindo, a superexpressão da SOD1 foi suficiente para elevar as formas imaturas e oligomerizadas de SOD1 e a oxidação basal, e a mutação G93A ressaltou estes processos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.03.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CERQUEIRA, Fernanda Menezes; AUGUSTO, Ohara. Conseqüências da expressão da enzima Cu,Zn-superóxido dismutase (SOD1) e sua mutante G93A em neuroblastomas.: Implicações para a esclerose lateral amiotrófica. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25042007-075453/ >.
    • APA

      Cerqueira, F. M., & Augusto, O. (2007). Conseqüências da expressão da enzima Cu,Zn-superóxido dismutase (SOD1) e sua mutante G93A em neuroblastomas.: Implicações para a esclerose lateral amiotrófica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25042007-075453/
    • NLM

      Cerqueira FM, Augusto O. Conseqüências da expressão da enzima Cu,Zn-superóxido dismutase (SOD1) e sua mutante G93A em neuroblastomas.: Implicações para a esclerose lateral amiotrófica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25042007-075453/
    • Vancouver

      Cerqueira FM, Augusto O. Conseqüências da expressão da enzima Cu,Zn-superóxido dismutase (SOD1) e sua mutante G93A em neuroblastomas.: Implicações para a esclerose lateral amiotrófica [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25042007-075453/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021