Exportar registro bibliográfico

A valiação da atividade anti-inflamatória de uma fração do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis em modelo experimental de colite em camundongos (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: AGOSTINI, MARIA LETÍCIA DE PAIVA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: LATEX; SERINGUEIRA; ANTI-INFLAMATÓRIOS (AVALIAÇÃO); COLITE
  • Language: Português
  • Abstract: As doenças inflamatórias intestinais, incluindo a colite ulcerativa e a doença de Crohn, são as mais graves doenças inflamatórias crônicas do trato gastrintestinal em humanos. Algumas evidências mostram que o sistema imune desempenha uma função crítica no desenvolvimento e na manutenção destas doenças, mais especificamente, a produção descontrolada de algumas citocinas pró-inflamatórias tais como IL-12, IL-8, TNF-'alfa', IFN-'gama', entre outras. Estas evidências são confirmadas por modelos de inflamação intestinal em murinos, tais como a indução de colite experimental pela administração intra- retal de 2,4,6 ácido trinitrobenzeno sulfônico (TNBS). A partir deste modelo, que retrata uma resposta inflamatória intestinal mediada por células de linhagem Th1, avaliamos a atividade anti-inflamatória da fração cromatográfica do látex FrHbIII, que havia mostrado induzir a produção da citocina moduladora de respostas inflamatórias IL-10 in vitro. Após a indução de colite por TNBS, os animais tratados com a fração FrHbIII via oral apresentaram menor porcentagem de perda de peso, menor ocorrência de diarréia e prolapso retal, além de não haver ocorrido registro de mortalidade, em comparação aos animais que receberam apenas administração de TNBS. Grande melhoria foi observada também na análise histológica feita em secções do cólon destes animais, em comparação ao grupo em que a colite foi induzida, apresentando grande similaridade ao grupo controle. A atividade daenzima mieloperoxidase (MPO), um marcador de infiltrado inflamatório, foi avaliada em porções do cólon distal de cada grupo. No grupo de animais que receberam administração de TNBS, a atividade da MPO apresentou-se quatro vezes maior em relação ao grupo controle. No entanto, o grupo que recebeu administração de TNBS e tratamento com a fração FrHblll, apresentou metade da atividade da enzima em relação ao grupo TNBS não tratado, indicando menor quantidade de infiltrado inflamatório. Dessa forma, concluímos que a fração cromatográfica FrHbIII possui ação moduladora de atividade inflamatória em colite em camundongos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.05.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AGOSTINI, Maria Letícia de Paiva; COUTINHO NETTO, Joaquim. A valiação da atividade anti-inflamatória de uma fração do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis em modelo experimental de colite em camundongos. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Agostini, M. L. de P., & Coutinho Netto, J. (2007). A valiação da atividade anti-inflamatória de uma fração do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis em modelo experimental de colite em camundongos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Agostini ML de P, Coutinho Netto J. A valiação da atividade anti-inflamatória de uma fração do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis em modelo experimental de colite em camundongos. 2007 ;
    • Vancouver

      Agostini ML de P, Coutinho Netto J. A valiação da atividade anti-inflamatória de uma fração do látex natural da seringueira Hevea brasiliensis em modelo experimental de colite em camundongos. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021