Exportar registro bibliográfico

Estudo in situ do efeito remineralizador da saliva e do flúor após profilaxia com jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: GRAZZIOTIN, GLADIS BENJAMINA - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: ABRASÃO DENTÁRIA; DESGASTE ABRASIVO; ESMALTE DENTÁRIO; SALIVA; FLÚOR
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar in situ o efeito da saliva, associada ou não ao flúor, sobre a estrutura dentária do esmalte que recebeu profilaxia prévia com jato de bicarbonato de sódio. Foram utilizados 40 blocos de esmalte de dente bovino de 4x4 mm, nos quais foi aplicado o jato de bicarbonato de sódio por 10s, simulando a realização de uma profilaxia profissional. Após essa etapa, os blocos foram divididos em dois grupos (GI e GII) e montados em dispositivos intra-bucais, os quais foram utilizados por 10 voluntários, durante dois períodos experimentais cruzados e cegos de quatro horas. Os blocos do GI foram expostos diretamente à saliva in situ, enquanto os do GII, foram expostos à saliva associada ao flúor sob forma de bochecho com solução de NaF a 0,2%, durante o minuto inicial. As possíveis alterações ocorridas na superfície do esmalte após as etapas do experimento foram avaliadas através de testes de microdureza superficial (Knoop-25g/5s) e de desgaste. Os dados de microdureza superficial foram analisados pela Análise de Variância a dois Critérios (ANOVA) e teste de Tukey (p<0,05) e os dados de desgaste pelo teste T pareado, para a diferença entre perfil inicial e final (p<0,05). Não foi encontrada diferença estatisticamente significante entre GI e GII, para as variáveis dureza e desgaste. A média de desgaste após profilaxia não apresentou diferença da média após a etapa in situ. No entanto, a média de microdureza no início, após a profilaxia e após aetapa in situ foi respectivamente: GI (340±16,6a; 329±35,7b; 354±37,8a) e GII (338±15,6a; 312 ±46,3b; 340±21,8a). Com base nos resultados encontrados pôde-se concluir que a saliva apresentou efeito semelhante a saliva associada ao bochecho fluoretado e após 4 horas de remineralização in situ não houve recuperação em altura de parte da estrutura dentária perdida devido à aplicação do jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRAZZIOTIN, Gladis Benjamina; LIMA, José Eduardo de Oliveira. Estudo in situ do efeito remineralizador da saliva e do flúor após profilaxia com jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido. 2007.Universidade de São Paulo, Bauru, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25133/tde-24082007-161424/ >.
    • APA

      Grazziotin, G. B., & Lima, J. E. de O. (2007). Estudo in situ do efeito remineralizador da saliva e do flúor após profilaxia com jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25133/tde-24082007-161424/
    • NLM

      Grazziotin GB, Lima JE de O. Estudo in situ do efeito remineralizador da saliva e do flúor após profilaxia com jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25133/tde-24082007-161424/
    • Vancouver

      Grazziotin GB, Lima JE de O. Estudo in situ do efeito remineralizador da saliva e do flúor após profilaxia com jato de bicarbonato de sódio sobre o esmalte hígido [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25133/tde-24082007-161424/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021