Exportar registro bibliográfico

Caracterização histoquímica e imunocitoquímica de moléculas da matriz extracelular em embriões de camundongos entre os estágios E9 ao E15 do desenvolvimento (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: MIQUELOTO, CARLOS ALBERTO - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMC
  • Subjects: HISTOLOGIA; HISTOQUÍMICA; IMUNOHISTOQUÍMICA; MATRIZ EXTRACELULAR; EMBRIÃO; CAMUNDONGOS; PROTEOGLICANAS; TESTÍCULO
  • Language: Português
  • Abstract: O presente estudo foi delineado para identificar os proteoglicanos perlecam (PER) versicam (VER), decorim (DEC) e biglicam (BIG) bem como o glicosaminoglicano ácido hialurônico (AH) durante o desenvolvimento dos tecidos cartilaginoso e ósseo, da pele, do intestino, do fígado, do pulmão e do testículo em embriões de camundongos do E9 ao E15 do desenvolvimento. Os centros de condrogênese foram detectados a partir de E13 quando PER, VER e AH foram detectados na matriz cartilaginosa. Com o estabelecimento da condrogênese o VER não mais é expresso na matriz cartilaginosa enquanto o AH e PER são mantidos. A mineralização da MEC é marcada pela remoção do AH e deposição significativa de DEC e BYG e traços de VER. Estes dados indicam a formação de uma MEC transitória que propiciaria a condensação e diferenciação inicial dos condrócitos, seguida pela deposição de uma MEC favorável à deposição de minerais nos centros de osteogênese. No testículo, estas moléculas foram detectadas deste estágios iniciais do desenvolvimento. Entretanto, enquanto o DEC está ausente dos cordões testiculares o BYG foi a única, entre as aquelas rastreadas, a ser detectada em associação com células de Sertoli e precursores de células de Leydig nestas estruturas. Estes dados indicam que um conjunto específico de moléculas da MEC é requerido nos diferentes compartimentos da gônada para garantir seu adequado desenvolvimento. Nos demais órgãos verificou-se a existência de peculiaridadesmarcantes quanto a expressão e distribuição, particularmente em relação ao DEC e BYG que se alternam nos tecidos conjuntivos destes órgãos, sugerindo que a função descrita para cada uma destas moléculas pode ser modificada de acordo com cada órgão e seu período de desenvolvimento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.05.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MIQUELOTO, Carlos alberto; ZORN, Telma Maria Tenório. Caracterização histoquímica e imunocitoquímica de moléculas da matriz extracelular em embriões de camundongos entre os estágios E9 ao E15 do desenvolvimento. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Miqueloto, C. alberto, & Zorn, T. M. T. (2007). Caracterização histoquímica e imunocitoquímica de moléculas da matriz extracelular em embriões de camundongos entre os estágios E9 ao E15 do desenvolvimento. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Miqueloto C alberto, Zorn TMT. Caracterização histoquímica e imunocitoquímica de moléculas da matriz extracelular em embriões de camundongos entre os estágios E9 ao E15 do desenvolvimento. 2007 ;
    • Vancouver

      Miqueloto C alberto, Zorn TMT. Caracterização histoquímica e imunocitoquímica de moléculas da matriz extracelular em embriões de camundongos entre os estágios E9 ao E15 do desenvolvimento. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021