Exportar registro bibliográfico

As práticas de vigilância na supervisão técnica de saúde do Butantã - São Paulo (SP): perspectivas para o alcance da vigilância à saúde (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: FARIA, LILIAM SALDANHA - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENS
  • Subjects: SAÚDE PÚBLICA; VIGILÂNCIA DA POPULAÇÃO; VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
  • Language: Português
  • Abstract: A Vigilância à Saúde se constitui como Modelo Assistencial com potencial para a reorganização dos processos de trabalho, a partir da análise de problemas de saúde de grupos sociais de determinado território, valendo-se da intersetorialidade e da participação popular. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo, geral, identificar e analisar a estruturação das ações de vigilância no âmbito da Atenção Básica à Saúde em uma região de saúde. Para tanto, foram entrevistados gerentes de Unidades Básicas de Saúde, da Supervisão de Vigilância Epidemiológica e trabalhadores responsáveis pela Vigilância Epidemiológica de Unidades Básicas de Saúde da Supervisão Técnica de Saúde do Butantã, no Município de São Paulo, totalizando 14 sujeitos. As entrevistas, realizadas no período de fevereiro a abril de 2006, foram gravadas e transcritas na íntegra, sendo resguardadas as devidas precauções éticas. O material foi analisado segundo técnica apropriada de análise de discurso, no marco teórico materialista histórico e dialético dos conceitos de processos de trabalho e saúde-doença. A vigilância epidemiológica constituiu-se como a prática predominante, incluindo seus instrumentos de trabalho tradicionais. Os principais agentes desse trabalho são a enfermeira, que mais se detém no gerenciamento das ações; os auxiliares de enfermagem, voltados para a intervenção sobre os processos de adoecimento; e os agentes comunitários de saúde em ações no âmbito extra-muros. O trabalhose apresentou fragmentado, com ações pontuais, restritas ao evento (a doença ou o surto), sem alcançar a prevenção da saúde e com tendência à alienação do trabalhador. Por outro lado, verificou-se, principalmente, que os profissionais interpretavam a vigilância à saúde de duas formas: pela ampliação do objeto da vigilância epidemiológica e integrando-se a assistência à informação em saúde; e como prática que ) organiza o serviço, considerando-se a unidade dialética indivíduo/coletivo que habita o território adstcrito à Unidade Básica de Saúde. Esta ultima ainda contempla a participação da população na detecção de problemas e no planejamento das ações, assim como a intersetorialidade, para alcançar a promoção da saúde. A contradição entre o conteúdo dos depoimentos e a prática da vigilância à saúde foi evidente em todas unidades investigadas. Foram identificados como limitantes para a implementação da vigilância à saúde, a precariedade de estrutura para o trabalho, incluindo a insuficiência quantitativa de recursos humanos, assim como em relação à qualificação profissional apropriada; a precariedade de recursos materiais e físicos; além da falta de incentivo político-gerencial e de participação da população para operar as ações de vigilância no sentido ampliado. Conclui-se que, no nível local, reside um potencial para transformar a organização do trabalho em saúde, atendendo-se às necessidades de saúde da população, através do Modelo da Vigilância à Saúde, a partir dotrabalho em equipe e da integração da assistência à informação em saúde. Para tanto, é imprescindível a participação ativa e aliada dos trabalhadores e usuários de saúde, bem como a implantação da Educação Permanente em Saúde no âmbito das Supervisões Técnicas de Saúde para se alavancar e acompanhar esse processo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.05.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FARIA, Liliam Saldanha; BERTOLOZZI, Maria Rita. As práticas de vigilância na supervisão técnica de saúde do Butantã - São Paulo (SP): perspectivas para o alcance da vigilância à saúde. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7137/tde-12062007-150511/ >.
    • APA

      Faria, L. S., & Bertolozzi, M. R. (2007). As práticas de vigilância na supervisão técnica de saúde do Butantã - São Paulo (SP): perspectivas para o alcance da vigilância à saúde. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7137/tde-12062007-150511/
    • NLM

      Faria LS, Bertolozzi MR. As práticas de vigilância na supervisão técnica de saúde do Butantã - São Paulo (SP): perspectivas para o alcance da vigilância à saúde [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7137/tde-12062007-150511/
    • Vancouver

      Faria LS, Bertolozzi MR. As práticas de vigilância na supervisão técnica de saúde do Butantã - São Paulo (SP): perspectivas para o alcance da vigilância à saúde [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7137/tde-12062007-150511/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021