Exportar registro bibliográfico

Influência do volume e do teor calórico sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de refeições líquidas em voluntários assintomáticos e pacientes com dispepsia funcional (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOURENÇO, KARLA GLAYSIA AZEREDO - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ESVAZIAMENTO GÁSTRICO; DIGESTÃO; GASTROENTEROLOGIA (CINTILOGRAFIA)
  • Language: Português
  • Abstract: A dispepsia funcional (DF) tem sido associada à vários mecanismos fisiopatológicos, entre os quais a diminuição da retenção intragástrica pós-prandial no estômago proximal e os defeitos do esvaziamento gástrico (EG). Entretanto, as relações entre estes distúrbios motores e os sintomas ainda não estão totalmente esclarecidas. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de 3 refeições líquidas de diferentes volumes e teores calóricos em pacientes com DF e verificar possíveis correlações entre os sintomas e as alterações motoras nestes pacientes. Participaram do estudo 18 pacientes com dispepsia funcional e 17 voluntários assintomáticos (VA). O método utilizado foi a cintilografia abdominal empregando-se a gama-câmara. A retenção gástrica proximal (RGP) e o EG de três refeições-teste, marcadas com ‘ANTPOT.99m Tc’ e fitato, foram estudados em 3 dias diferentes. As refeições-teste líquidas foram preparadas no laboratório e consistiam de: refeição A: 60ml e 57 Kcal, refeição B: 60ml e 137.5 Kcal e refeição C: 360ml e 57 Kcal. A distribuição intragástrica foi avaliada pela porcentagem do total de radioatividade retida no estômago proximal (RGP). EG foi expresso como porcentagem do total de radioatividade esvaziada do estômago total e pelo tempo (minutos) decorrido entre a ingestão e o momento que a radioatividade no estômago se reduz a metade da inicial (‘T IND.1 ‘IND.2’) .No grupo VA, a RGP aofinal da refeição B (mediana: 44.7%;valores extremos: 11.7-63.6%) foi significativamente maior (p=0.002) do que ao final da refeição A (19.3%; 7.6-60.6%),enquanto que no grupo de pacientes dispépticos, as RGP ao final das refeições A e B foram muito semelhantes (p=0.54, medianas e valores extremos: 21.7%; 8.7-55.2% e 22.3%; 6.2- 49.6%, respectivamente).As RGP ao final da refeição C nos grupos de assintomáticos e portadores de dispepsia foram muito semelhantes entre si (36.2%; 27.1-43.8% e- 36.3%; 18.2- 46%, respectivamente),e significativamente superiores (p<0,01) às RGP das refeições A dos respectivos grupos. Dez min após a ingesta das refeições A, B e C, os grupos DF e VA evidenciaram similar EG (A: 30.4%18.9- 48.1% vs 34.1%; 27.9-70.6%; p=0.22; B: 25.9%; 15.7-59.2% vs 26.7%;16.9-67.6%; p=0.85; C: 36.3%; 18.6-72.8% vs 29.8%; 18.9-67.9%; p=0.57).Quanto ao ‘T IND.1 ‘IND.2’, no grupo VA, os valores das refeições B (28.4; 5.5-57.5; p=0.02) e C (46.2; 8-72.1; p=0.03) foram significativamente maiores do que a refeição A (19.1; 7.5 -36.7). Nos dispépticos, os valores de ‘T IND.1 ‘IND.2’foram semelhantes entre si (A: 27.5; 11-53; B: 25.7; 9.2-57.7; C: 22; 9-72). Não houve associação significativa entre a maioria dos sintomas referidos durante os testes e as alterações motoras apresentadas pelo grupo de pacientes dispépticos. Os nossos resultados sugerem que a má distribuição intragástrica em DF depende da composição da refeição e pode advir dedefeitos em mecanismos sensíveis a calorias envolvidos na regulação do estômago proximal; e que a diminuição da RGP parece ocorrer independentemente de distúrbios do EG nos pacientes dispépticos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.04.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOURENÇO, Karla Glaysia Azeredo; OLIVEIRA, Ricardo Brandt de. Influência do volume e do teor calórico sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de refeições líquidas em voluntários assintomáticos e pacientes com dispepsia funcional. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Lourenço, K. G. A., & Oliveira, R. B. de. (2007). Influência do volume e do teor calórico sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de refeições líquidas em voluntários assintomáticos e pacientes com dispepsia funcional. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lourenço KGA, Oliveira RB de. Influência do volume e do teor calórico sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de refeições líquidas em voluntários assintomáticos e pacientes com dispepsia funcional. 2007 ;
    • Vancouver

      Lourenço KGA, Oliveira RB de. Influência do volume e do teor calórico sobre a distribuição intragástrica e o esvaziamento gástrico de refeições líquidas em voluntários assintomáticos e pacientes com dispepsia funcional. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020