Exportar registro bibliográfico

Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004 (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULA, CAROLINA MELO CANDIDO DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: ALCOOLISMO; MORTALIDADE; ACIDENTES DE TRÂNSITO; CAUSA DA MORTE; AUTÓPSIA (SANGUE;AMOSTRA)
  • Language: Português
  • Abstract: O Laboratório de Toxicologia Forense/CEMEL/FMRP/USP analisou 400 amostras de sangue de vítimas fatais, de causa violenta, para a determinação de alcoolemia. Em relação às causa jurídicas de morte, as amostras foram provenientes de vítimas de acidentes, homicídios, suicídios e de outras causas externas. Os acidentes de trânsito foram estudados com maior ênfase devido à importância e impacto sócio-econômico que essas mortes representam em todo o mundo. A existência de legislação no nosso País sobre o consumo de etanol e a condução de veículos automotores, que estabelece o limite máximo permitido de 0,6 g de álcool por litro no sangue para a condução de veículos, torna obrigatório os exames toxicológicos em vítimas nessas condições. O estudo teve como objetivos conhecer a relação entre a concentração de álcool no sangue e as mortes de causa violentas considerando os parâmetros sexo e faixa etária, com a finalidade de prover dados científicos às autoridades legais brasileiras, que contribuam para melhorar o controle e a legislação sobre o consumo de bebidas alcoólicas na sociedade, e evidenciar a necessidade do exame de alcoolemia em outros tipos de causas de morte violenta como homicídios e suicídios. Para a investigação da alcoolemia, foram coletadas amostras de sangue em artérias periféricas ou central, durante o exame necroscópico. Estas foram acondicionadas em frascos apropriados, identificadas e imediatamente armazenadas sob refrigeração até o momento das análises.As análises de etanol foram realizadas pela técnica de cromatografia em fase gasosa com detecto r de ionização por chama (GC-FID) utilizado amostrador automático para a introdução da amostras na fase vapor (Headspace). Foram preparadas concentrações de 0,5; 1,0; 3,0; 5,0 g/L de etanol para a construção da curva analítica para quantificação e determinação dos tempos de retenção, limites de detecção e quantificação da técnica. A identificação positiva de etanol foi feita pela comparação dos tempos de retenção do pico eluído na amostra com o pico dc padrão do etanol. A quantificação foi realizada através do método de padronizaçãc interna utilizando isobutanol como padrão interno. Quanto aos resultados, a! amostras mais analisadas para alcoolemia, entre as mortes violentas forarr respectivamente, os acidentes, principalmente os de trânsito, seguidos do homicídios, suicídios e outros tipos de morte violenta. A média de idade dc indivíduos envolvidos nessas ocorrências foi de 36,3 anos, havendo predominânc das amostras do sexo masculino, sendo que mais que 50% das vítimas apresentaram alcoolemia positiva, com valores acima do permitido por Iei Concluímos que, na amostra de referência, o álcool está altamente correlacionado com as mortes de causas violentas; que é imprescindível a solicitação e realização do exame de alcoolemia em todas as mortes de causa externa, independentemente do motivo, gênero e faixa etária. Ainda podemos concluir queexiste a necessidade da investigação de outras drogas lícitas e ilícitas, com especial atenção em vítimas fatais que não apresentaram resultados de alcoolemia positivos. Tais resultados toxicológicos poderão ser úteis para melhor interpretação dos casos e elucidação das mortes, podendo contribuir para o estabelecimento de medidas legais preventivas e punitivas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.04.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULA, Carolina Melo Candido de; DE MARTINIS, Bruno Spinosa. Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-05122007-101855/ >.
    • APA

      Paula, C. M. C. de, & De Martinis, B. S. (2007). Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-05122007-101855/
    • NLM

      Paula CMC de, De Martinis BS. Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004 [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-05122007-101855/
    • Vancouver

      Paula CMC de, De Martinis BS. Alcoolemia em vítimas fatais de causa violenta ocorridas em Ribeirão Preto e região no período de 2002 a 2004 [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-05122007-101855/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021