Exportar registro bibliográfico

Avaliação molecular, tomográfica e microscópica dos côndilos após avanço cirúrgico mandibular utilizando fixação rígida e semi-rígida: estudo em minipigs (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: NAVARRO, RICARDO DE LIMA - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: ORTODONTIA; CÔNDILO MANDIBULAR; ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho objetivou elucidar as mudanças ocorridas na articulação temporomandibular (ATM) após o avanço cirúrgico mandibular com diferentes técnicas de fixação: fixação rígida (parafusos bicorticais) e fixação semi-rígida (mini-placas). Doze minipigs (BR-1 Minipig), com 15 meses de idade, divididos igualmente em dois grupos (Grupo 2, Fixação rígida e Grupo 3, fixação semi-rígida) foram operados e formaram os grupos experimentais; seis animais, com a mesma idade e não operados, formaram o grupo controle (Grupo 1). Quatro meses após as cirurgias, os animais foram mortos e todas as ATMs e amostras de líquido sinovial foram coletadas. As ATMs foram preparadas para análise histológica após a realização de tomografias computadorizadas (TC), as quais objetivaram a detecção de osteófito, erosão e achatamento. A presença de um marcador pró-inflamatório, a interleucina (IL)-6, e um marcador antiinflamatório, IL-10 no líquido sinovial, foi determinada pelo teste ELISA. A avaliação por TC demonstrou significantes alterações na forma do côndilo (erosão, P=0,0010; osteófito, P<0,0001) no grupo 2, quando comparado aos grupos 1 e 3. No grupo controle, os mesmos níveis de IL-6 e IL-10 foram observados (83,2 pg/mL e 80,6 pg/mL, respectivamente), compatíveis com ausência de sinais inflamatórios. No grupo com fixação semi-rígida, valores mais elevados de IL-6 em comparação à IL-10 indicaram um processo de inflamação ativo (140.0 pg/mL e 95.6 pg/mL, respectivamente). Aocontrário, no grupo com fixação rígida obtiveram-se valores mais baixos de IL-6 comparados à IL-10 (103,5 pg/mL e 138,9 pg/mL, respectivamente) sugerindo inflamação recente já cessada ou se encerrando. Foi possível concluir que a fixação rígida provoca sinais mais pronunciados de remodelação óssea nas ATMs, enquanto que a fixação semi-rígida promove uma atividade inflamatória mais duradoura. Portanto, fatores intrínsecos da fixação rígida transmitem maior ) impacto das forças mastigatórias pós-cirúrgicas para a ATM em comparação à fixação semi-rígida
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2007
  • Data da defesa: 05.03.2007
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NAVARRO, Ricardo de Lima; SANT'ANA, Eduardo. Avaliação molecular, tomográfica e microscópica dos côndilos após avanço cirúrgico mandibular utilizando fixação rígida e semi-rígida: estudo em minipigs. 2007.Universidade de São Paulo, Bauru, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-21062007-160147/ >.
    • APA

      Navarro, R. de L., & Sant'Ana, E. (2007). Avaliação molecular, tomográfica e microscópica dos côndilos após avanço cirúrgico mandibular utilizando fixação rígida e semi-rígida: estudo em minipigs. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-21062007-160147/
    • NLM

      Navarro R de L, Sant'Ana E. Avaliação molecular, tomográfica e microscópica dos côndilos após avanço cirúrgico mandibular utilizando fixação rígida e semi-rígida: estudo em minipigs [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-21062007-160147/
    • Vancouver

      Navarro R de L, Sant'Ana E. Avaliação molecular, tomográfica e microscópica dos côndilos após avanço cirúrgico mandibular utilizando fixação rígida e semi-rígida: estudo em minipigs [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-21062007-160147/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020