Exportar registro bibliográfico

Avaliação da limpeza das paredes dos canais radiculares e da permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isoladamente, ou em associação com tensoativos (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: PICOLI, FÁBIO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: IRRIGANTES DO CANAL RADICULAR; LIMPEZA CAVITÁRIA; PERMEABILIDADE DA DENTINA; TENSOATIVOS; ENDODONTIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivou-se avaliar a limpeza das paredes dos canais radiculares instrumentados e a permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isolada ou em associação com tensoativos. Para a análise da capacidade de limpeza, foram usados 25 incisivos centrais superiores humanos, instrumentados pela técnica step-back com limas tipo K e irrigados com hipoclorito de sódio a 2%. Após a instrumentação, os canais foram irrigados por um período de 5 minutos, com 10ml das seguintes soluções a serem testadas: Grupo 1- água destilada (controle negativo); Grupo 2 - EGTA a 15%; Grupo 3 - EGTA-C a 15%; Grupo 4 - EGTA-T a 15%; Grupo 5 - EDTA a 17% (controle positivo). Em seguida, os canais foram lavados com 10ml de água destilada, secos com cones de papel e as raízes foram fraturadas longitudinalmente e preparadas para microscopia eletrônica de varredura. Uma grade quadriculada, confeccionada digitalmente, foi sobreposta às fotomicrografias, obtidas dos terços cervical, médio e apical dos canais de cada grupo experimental, o que permitiu o cálculo da porcentagem de limpeza da superfície dentinária pela contagem do número de quadrantes limpos. Para a avaliação da permeabilidade dentinária, foram usadas 25 raízes de incisivos centrais superiores humanos instrumentados com as seguintes soluções irrigadoras: Grupo 1 - água destilada (controle negativo); Grupo 2 - EGTA a 15%; Grupo 3 - EGTA-C a 15%; Grupo 4 - EGTA-T a 15%; Grupo 5 - EDTA a 17%. Foram utilizados 3ml dasolução estudada a cada troca de instrumento. Os canais foram, então, irrigados com 10ml de água destilada, e secos. A superfície externa das raízes foi impermeabilizada com exceção do ápice e da superfície cervical. Em seguida as raízes foram imersas em sulfato de cobre e, posteriormente, em ácido rubeânico, ambos sob vácuo. Foram, então, obtidos fragmentos dos terços cervical, médio e apical, por meio de cortes transversais das raízes de cada grupo ) experimental. Estes fragmentos foram fotografados, e a área de penetração dos íons cobre na dentina, evidenciada pela reação com o ácido rubeânico (coloração negra), foi mensurada em computador (programa ImageTool 3.0), o que possibilitou quantificar a permeabilidade dentinária. Os testes estatísticos permitiram concluir que, tanto em relação à capacidade de limpeza da superfície dentinária, como em relação à capacidade de promover o aumento da permeabilidade dentinária, as soluções irrigadoras estudadas puderam ser agrupadas em ordem decrescente do seguinte modo: EDTA, EGTA-T, EGTA-C, EGTA, Água destilada. A adição de tensoativos à solução de EGTA resultou em uma melhora de sua capacidade de limpeza da superfície dentinária e no aumento da permeabilidade da dentina. Apenas a solução de EGTA-T a 15% apresentou resultados estatisticamente semelhantes à solução de EDTA a 17%, tanto em relação à limpeza, quanto à permeabilidade da dentina. Houve uma correlação diretamente proporcional entre os resultadosobtidos nos dois experimentos realizados: quanto maior a capacidade de limpeza promovida pela solução quelante estudada, maior a permeabilidade da dentina das paredes do canal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PICOLI, Fábio; MORAES, Ivaldo Gomes de. Avaliação da limpeza das paredes dos canais radiculares e da permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isoladamente, ou em associação com tensoativos. 2007.Universidade de São Paulo, Bauru, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-130717/ >.
    • APA

      Picoli, F., & Moraes, I. G. de. (2007). Avaliação da limpeza das paredes dos canais radiculares e da permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isoladamente, ou em associação com tensoativos. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-130717/
    • NLM

      Picoli F, Moraes IG de. Avaliação da limpeza das paredes dos canais radiculares e da permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isoladamente, ou em associação com tensoativos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-130717/
    • Vancouver

      Picoli F, Moraes IG de. Avaliação da limpeza das paredes dos canais radiculares e da permeabilidade dentinária, após o uso da solução de EGTA isoladamente, ou em associação com tensoativos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-130717/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021