Exportar registro bibliográfico

Análise da capacidade seladora e da adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: OROSCO, FERNANDO ACCORSI - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: SELANTES DE FOSSAS E FISSURAS; ADAPTAÇÃO; CANAL RADICULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Foram analisadas a capacidade seladora e a adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares. Foram utilizados cento e vinte dentes permanentes de humanos, unirradiculados e portadores de um canal, superiores ou inferiores, com raízes íntegras e ápices completamente formados. Após a abertura coronária, foi realizado o preparo dos canais radiculares pela técnica coroa-ápice, com brocas de Gates Glidden em ordem numérica decrescente, partindo-se da broca número 5 até a de número 1, sendo que esta sempre ultrapassou o forame apical em 1mm. Após esse procedimento, os canais foram dilatados, ainda, com limas do tipo K, iniciando-se com a de número 50 até a de número 90, padronizando-se, assim, o diâmetro do forame. Durante a instrumentação, todas as limas ultrapassaram o forame apical em 1mm. Após esse procedimento, realizou-se a impermeabilização da superfície externa das raízes, com uma camada de Araldite e duas de esmalte para unhas. Na seqüência, os dentes foram divididos em 4 grupos de 30 espécimes cada, de acordo com os materiais utilizados na confecção dos tampões apicais, com 5mm de espessura: Grupo 1 - pasta L & C, Grupo 2 - cimento MTA-Angelus® cinza, Grupo 3 - cimento CPM® e Grupo 4 - cimento MBPc. A seguir, cada grupo foi dividido em três subgrupos, com 10 dentes cada, de acordo com a técnica obturadora utilizada: condensação lateral, híbrida de Tagger e sistemaUltrafil. Realizadas as obturações, os 10 dentes de cada subgrupo, devidamente identificados, foram imersos em solução corante de Rodamina B a 0,2%, pH 7,0 e levados à estufa a 37oC, onde permaneceram por 48 horas. Após a lavagem dos dentes e a retirada da impermeabilização, os mesmos foram desgastados longitudinalmente, na face mesial ou na distal, utilizando-se discos de carburundum, de modo a expor o tampão apical e a obturação. ) A análise da infiltração marginal foi feita utilizando-se fotografias digitalizadas, com o auxílio do software Image Tool 3.0. Como medida de infiltração, considerou-se o traço de maior extensão do corante, na interface tampão apical-parede dentinária, desde a porção mais apical do material até a sua porção mais cervical. Para a realização do teste de adaptação marginal às paredes dentinárias dos materiais utilizados como tampão apical, foram utilizados os mesmos dentes submetidos ao teste de infiltração de Rodamina B a 0,2%, com exceção dos dentes do grupo 1 (pasta L & C). Assim, os 90 espécimes dos grupos 2, 3 e 4 foram seccionados transversalmente a 7mm do ápice. Esses segmentos foram metalizados e levados ao microscópio eletrônico de varredura (M.E.V.), obtendo-se fotomicrografias com aumentos de 35X e 150X. Para a análise da adaptação marginal dos cimentos testados, as fotomicrografias com aumento de 35X foram levadas ao software Image Tool 3.0 e a mensuração da desadaptação foi feita de forma linear,medindo-se, em micrometros, a extensão da mesma. Os resultados obtidos, tanto da análise da infiltração como da adaptação marginal, foram tabulados e submetidos aos testes estatísticos de Kruskal-Wallis e de Dunn. Os resultados mostraram que o cimento MBPc apresentou os menores índices de infiltração de Rodamina B a 0,2%, com diferença estatística significante para os demais materiais; o cimento CPM® apresentou os melhores resultados quando avaliada a adaptação às paredes do canal radicular, porém sem significância estatística; as três técnicas obturadoras utilizadas não tiveram influência sobre a capacidade seladora e nem na adaptação dos tampões apicais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OROSCO, Fernando Accorsi; MORAES, Ivaldo Gomes de. Análise da capacidade seladora e da adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares. 2007.Universidade de São Paulo, Bauru, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-153839/ >.
    • APA

      Orosco, F. A., & Moraes, I. G. de. (2007). Análise da capacidade seladora e da adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-153839/
    • NLM

      Orosco FA, Moraes IG de. Análise da capacidade seladora e da adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-153839/
    • Vancouver

      Orosco FA, Moraes IG de. Análise da capacidade seladora e da adaptação marginal de tampões apicais confeccionados com diferentes materiais, sob a influência de três técnicas de obturação de canais radiculares [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25138/tde-15062007-153839/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021