Exportar registro bibliográfico

Influência da sazonalidade no perfil químico dos óleos essenciais e das substâncias fixas de Baccharis dracunculifolia cultivada, utilizando-se cromatografia em fases gasosa e líquida (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUSA, JOÃO PAULO BARRETO DE - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Subjects: ÓLEOS ESSENCIAIS; SAZONALIDADE; FITOTERAPIA (ESTUDO); CROMATOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Baccharis dracunculifolia é conhecida por sua interação com insetos, especialmente Apis mellifera L., por possuir ampla diversidade de metabólitos secundários, bem como, por apresentar várias atividades biológicas. Suas folhas são pontuadas por tricomas secretores ricos em metabólitos secundários e também apresentam dutos secretores, estruturas que produzem e armazenam os óleos essenciais. Os metabólitos secundários de B. dracunculifolia são usados pelas abelhas A. mellifera para a produção de própolis "verde", que é extremamente valorizada pelas indústrias farmacêuticas, pois apresenta atividades antitumoral, antimicrobiana, antiinflamatória, antiulcerogênica, dentre outras. Considerando estas importantes atividades biológicas, e a necessidade de padronização da própolis, os objetivos do presente trabalho foram: desenvolver metodologia analítica por cromatografia gasosa para quantificar os constituintes majoritários presentes no óleo essencial da planta cultivada; desenvolver e validar metodologia analítica por CLAE capaz de garantir a autenticidade dos extratos hidroalcoólicos de B. dracunculifolia, bem como de própolis verde; determinar o perfil de variabilidade dos componentes voláteis e fixos de 10 diferentes acessos cultivados durante o período de 12 meses. De acordo com os resultados obtidos, o cultivo da espécie foi eficiente, observando-se rápido crescimento, cerca de 1 m de altura a partir do quarto mês de plantio, obtendo-se boa quantidade de biomassa, emmédia de 400 g por acesso, no período de análise. Com a metodologia desenvolvida para os voláteis foi possível analisar 480 amostras nos 12 meses de amostragem e identificar 14 componentes presentes no óleo das folhas cultivadas. As análises semiquantitativas indicaram que o nerolidol é o volátil majoritário, correspondendo em aproximadamente 50 % do óleo, sendo detectado durante todo ano e, por isso, o mesmo deve ser o maior responsável pelas ) propriedades odoríferas intensas, as quais são extremamente valorizadas pelas indústrias de fragrâncias e cosméticos. Além disso, com base no perfil de variabilidade dos voláteis, a época de floração foi a menos produtiva em termos de óleo essencial, em média de 0,3 %. Por outro lado, o período de fevereiro a abril foi o mais produtivo, em média de 1 % de óleo a partir das folhas secas. Adicionalmente, dentre os acessos cultivados, somente o 4 não é viável para o cultivo em larga escala. Esta população apresentou diferenças morfológicas em relação às folhas e se destacou pela baixa produtividade de óleo ao longo do ano. A metodologia desenvolvida por CLAE, permitiu distinguir e quantificar simultaneamente 10 padrões cromatográficos (ácido caféico, ácido cumárico, ácido ferúlico, ácido cinâmico, aromadendrina-4 '-metil éter, drupanina, isosakuranetina, artepelin C, bacarina e ácido 2,2-dimetilcarboxietenil-2H-l-benzopirânjco), os quais podem ser encontrados tanto em amostras hidroetanólicas de alecrim do campo bemcomo em amostras hidroalcoólicas de própolis verde. Além disso, todas as características de desempenho do método apresentaram resultados aceitáveis, conforme sugeridos pela Anvisa e Inmetro, e podem garantir com segurança e confiabilidade a quantificação dos metabólitos de interesse. Na análise das substâncias fixas, observou-se que o ácido caféico é o componente majoritário, correspondendo em média de 60 % dos fenólicos em análise. O perfil de variabilidade do artepelin C e bacarina foi crescente no decorrer dos meses em estudo, demonstrando teores mais elevados no último trimestre de amostragem, correspondendo em média de 8 e 25 % respectivamente. O flavonóide aromadendrina-4 '-metil éter demonstrou concentrações diferenciadas durante o ano. Todavia, este flavonóide juntamente com o ácido caféico podem ser considerados marcadores quimiotaxonômicos da planta cultivada, já que os mesmos ) foram detectados durante todo ano e em todas as populações. Contudo, considerando a produção, tanto dos voláteis como dos compostos fenólicos, todos os acessos cultivados, com exceção da população 4, podem ser cultivados em larga escala para estes propósitos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUSA, João Paulo Barreto de; BASTOS, Jairo Kenupp. Influência da sazonalidade no perfil químico dos óleos essenciais e das substâncias fixas de Baccharis dracunculifolia cultivada, utilizando-se cromatografia em fases gasosa e líquida. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-31052007-104011/ >.
    • APA

      Sousa, J. P. B. de, & Bastos, J. K. (2007). Influência da sazonalidade no perfil químico dos óleos essenciais e das substâncias fixas de Baccharis dracunculifolia cultivada, utilizando-se cromatografia em fases gasosa e líquida. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-31052007-104011/
    • NLM

      Sousa JPB de, Bastos JK. Influência da sazonalidade no perfil químico dos óleos essenciais e das substâncias fixas de Baccharis dracunculifolia cultivada, utilizando-se cromatografia em fases gasosa e líquida [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-31052007-104011/
    • Vancouver

      Sousa JPB de, Bastos JK. Influência da sazonalidade no perfil químico dos óleos essenciais e das substâncias fixas de Baccharis dracunculifolia cultivada, utilizando-se cromatografia em fases gasosa e líquida [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60138/tde-31052007-104011/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021