Exportar registro bibliográfico

Ciclos ou séries: a democratização do ensino em questão (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: ALAVARSE, OCIMAR MUNHOZ - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • Subjects: PROGRESSÃO CONTINUADA; SÉRIES (EDUCAÇÃO); ENSINO FUNDAMENTAL; AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO; RENDIMENTO ESCOLAR; QUALIDADE DA EDUCAÇÃO; DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo geral desta tese é analisar as controvérsias sobre a organização do trabalho escolar em ciclos ou séries face aos desafios da democratização da escola e do estabelecimento de um novo patamar de escolarização, no quadro de suas teorizações e de iniciativas de redes públicas de ensino. Tem como objeto a proposta de organização do ensino fundamental em ciclos, como alternativa à organização do trabalho escolar seriado, investigado a partir da literatura identificada no Brasil e no exterior e de iniciativas de implantação desta proposta desencadeadas em quatro redes públicas: São Paulo, estado e município, Belo Horizonte e Porto Alegre. No que tange à literatura, o intuito foi localizar fundamentos históricos e problematizações da seriação, bem como tentativas de formulações alternativas que atendessem ao desafio de democratizar a chamada escola básica. Quanto às iniciativas, a preocupação voltou-se para destacar suas propriedades na implantação, supondo ser possível identificar, nas formulações originais, traços que permitam compreender aspectos de seu desenvolvimento ulterior, principalmente seu potencial de contribuir como processo de democratização da escola. Transcorridos quinze anos desde a primeira dessas iniciativas de adoção dos ciclos em todo o ensino fundamental e à luz de contribuições teóricas e resultados de investigações acadêmicas, procurou-se por evidências, nestas propostas e iniciativas, de democratização do ensinofundamental, considerando tanto suas formulações quanto resultados de desempenho de alunos. As informações analisadas não permitem afirmar a ocorrência de alterações profundas na realidade educacional como decorrência dos ciclos, particularmente não se tendo estabelecido uma contraposição curricular tão radical ao paradigma da seriação, como aludiam seus formuladores. Também, não há indícios que confirmem a suposição, defendida pelos que contestam estas iniciativas e ) alimentam a intensa polêmica que circunscreve os ciclos, de que sua adoção estaria produzindo uma queda na qualidade do ensino. Para tal afirmação tomou-se como referência o desempenho acadêmico dos alunos, registrados em levantamentos e tratamentos de dados do Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e da Prova Brasil. Concluiu-se que a adoção de ciclos em várias redes e em escala bastante avantajada não levou à ruína da escola, por outro lado não representou o atingimento de patamares há mais de uma década prognosticados, mesmo naquelas escolas de redes cujos dirigentes sustentavam que a proposta era a de inclusão, social e cognitiva.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALAVARSE, Ocimar Munhoz; SOUSA, Sandra Maria Zákia Lian de. Ciclos ou séries: a democratização do ensino em questão. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
    • APA

      Alavarse, O. M., & Sousa, S. M. Z. L. de. (2007). Ciclos ou séries: a democratização do ensino em questão. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Alavarse OM, Sousa SMZL de. Ciclos ou séries: a democratização do ensino em questão. 2007 ;
    • Vancouver

      Alavarse OM, Sousa SMZL de. Ciclos ou séries: a democratização do ensino em questão. 2007 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021