Exportar registro bibliográfico

Derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: RUIZ, NAIARA TORRES - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QFL
  • Subjects: CELULOSE (ANÁLOGOS E DERIVADOS;DESENVOLVIMENTO); CELULOSE (ESTUDO); REAGENTES ORGÂNICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este projeto tem como objetivo a derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação, através de um método simples, reprodutível e eficiente nas três etapas do processo (ativação-dissolução-derivatização). O sistema de solvente DMAC/LiCI, utilizado na presente Dissertação, tem estado em crescente desenvolvimento nos últimos anos. Vários mecanismos têm sido propostos para uma dissolução rápida, com mínimo de formação de agregados e baixa degradação da cadeia de celulose. Foram utilizados nesse trabalho as celuloses Avicel PH 101 (DP 'IGUAL' 150), eucalipto (DP 'IGUAL' 685) e linter de algodão (DP 'IGUAL' 850). Foi estudado o intumescimento (swelling) da celulose por uma série de solventes (próticos e apróticos) e misturas binárias, já que esta etapa é responsável pela degradação da estrutura fibrilar por inchamento da fibra, e inserção de moléculas de solvente entre as cadeias, quebrando as ligações de H intermoleculares (etapa de ativação da celulose). O intumescimento determinado para solventes puros foi correlacionado com algumas propriedades dos solventes, incluindo seu volume molar, acidez, basicidade, polaridade/polarizabilidade e polaridade empírica, 'V IND.m', 'alfa'; 'beta'; 'pi''POT.AST.' e ET(30), respectivamente. Os resultados mostraram que: 'alfa' ou 'beta', 'V IND.m' e 'pi''POT.AST.' influenciam o intumescimento para os solventes próticos; 'V IND.m' e 'pi''POT.AST.' tem maior importância para os solventes apróticos; o DMSO é osolvente de maior poder de intumescimento. O último dado foi utilizado para modificar um método anteriormente desenvolvido, onde a celulose é dissolvida em LiCI/DMAC após uma etapa de ativação térmica, sob pressão reduzida. O método novo envolve pré-tratamento da celulose com DMSO, antes da sua dissolução no referido sistema de solvente. Este método, simples e eficaz, resultou em menor degradação da celulose, comprovada pela ) cor da solução (clara e límpida) e pela determinação do DP dos acetatos obtidos. Outro ponto positivo foi à dissolução do linter de algodão sem a necessidade de mercerização prévia. As relações Anidrido Acético/UAG na síntese de triacetatos de celulose foram 3, 3, 3,75 e 4,5 para as celulose Avicel PH 101, Eucalipto mercerizado, eucalipto e algodão respectivamente. O grau de acetilação foi determinado por RMN de 'ANTPOT.13C', indicando a seguinte ordem de reatividade: C6 'MAIOR' C2 'MAIOR' C3
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RUIZ, Naiara Torres; EL SEOUD, Omar A. Derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46135/tde-15092016-113953/pt-br.php >.
    • APA

      Ruiz, N. T., & El Seoud, O. A. (2004). Derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46135/tde-15092016-113953/pt-br.php
    • NLM

      Ruiz NT, El Seoud OA. Derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46135/tde-15092016-113953/pt-br.php
    • Vancouver

      Ruiz NT, El Seoud OA. Derivatização de celulose sob condições homogêneas de reação [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46135/tde-15092016-113953/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021