Exportar registro bibliográfico

O infantil além dos princípios (psico)pedagógicos: conceitos da psicanálise para uma reflexão sobre a educação (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: KUBRIC, SIMONE - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDF
  • Subjects: PSICANÁLISE (EDUCAÇÃO); PSICOLOGIA EDUCACIONAL; PEDAGOGIA; LINGUAGEM (EDUCAÇÃO); DESENVOLVIMENTO INFANTIL
  • Language: Português
  • Abstract: A presente dissertação inscreve-se no campo das conexões entre a psicanálise e a educação e tem como objetivo problematizar o voto pedagógico de prever, controlar e justificar o que (não) se passa entre adultos e crianças. Para tanto, buscamos na obra de Freud uma rede de conceitos capaz de circunscrever aquilo que insiste irredutivelmente no psiquismo e que resiste às investidas ortopédicas que almejam obter supostos indivíduos "vencedores, felizes e saudáveis", "plenamente desenvolvidos". Dentre as noções da psicanálise que se arriscam a nomear isso que é inominável, elegemos o infantil como fio condutor de nosso trabalho. Este conceito funciona como um operador que nos guia através de uma investigação a respeito dos (des)encontros que acontecem em uma situação educativa, instigando também uma reflexão crítica a respeito das pretensões (psico)pedagógicas de eliminar qualquer inadequação ou desajuste. Na teoria psicanalítica, o infantil relaciona-se com a sexualidade, com o desejo e com a neurose, além de outras noções fundamentais introduzidas por Freud. Trata-se de um "resto" não simbolizado resultante de uma situação traumática na qual o infans experimenta um ameaçador excesso de energia pulsional, com o qual seu psiquismo ainda em formação não é capaz de lidar sem a intervenção de um outro, a mãe. São os traços mnêmicos desse desamparo que permanecem ativos no inconsciente, causando efeitos além do princípio do prazer. Nesse sentido, o que a epistemologiapsicanalítica pode provocar é um questionamento das ilusões que, alimentadas por princípios (psico)pedagógicos, aspiram à supressão total dos conflitos próprios de uma ex-istência marcada pela insistência do infantil.Por outro lado, a psicanálise permite que compreendamos certas transformações significantes que a linguagem pode operar no sujeito do desejo, inconsciente, sexual e infantil, esclarecendo os efeitos que as palavras endereçadas por um adulto ) a uma criança podem ter, ainda que estes sejam sempre impassíveis de serem antecipados pelos planejamentos pedagógicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.03.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KUBRIC, Simone; LAJONQUIÈRE, Leandro de. O infantil além dos princípios (psico)pedagógicos: conceitos da psicanálise para uma reflexão sobre a educação. 2007.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-19042007-164841/ >.
    • APA

      Kubric, S., & Lajonquière, L. de. (2007). O infantil além dos princípios (psico)pedagógicos: conceitos da psicanálise para uma reflexão sobre a educação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-19042007-164841/
    • NLM

      Kubric S, Lajonquière L de. O infantil além dos princípios (psico)pedagógicos: conceitos da psicanálise para uma reflexão sobre a educação [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-19042007-164841/
    • Vancouver

      Kubric S, Lajonquière L de. O infantil além dos princípios (psico)pedagógicos: conceitos da psicanálise para uma reflexão sobre a educação [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-19042007-164841/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021