Exportar registro bibliográfico

Etanol, deficiência de Àcido Fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss (2007)

  • Authors:
  • USP affiliated author: GUTIERREZ, CRISTIANE MINOT - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: ÁLCOOL; GRAVIDEZ; AVITAMINOSE; ANORMALIDADES CROMOSSÔMICAS
  • Language: Português
  • Abstract: Embora os efeitos teratogênicos do etanol sejam bem conhecidos, ele ainda é um agente exógeno muito usado por mulheres em idade reprodutiva e sabe-se que ele interfere com o transporte, absorção e metabolismo do ácido fólico. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da administração de etanol, da deficiência do ácido fólico na dieta e da associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss. O estudo foi feito com dois experimentos, no primeiro examinou-se a influência do etanol diluído em salina a 25% (v/v) em doses baixa (0,4g/Kg de peso corporal) e alta (4,0g/Kg de peso corporal) em animais alimentados com ração comercial e no segundo a influência do etanol nas mesmas doses em animais alimentados com dieta deficiente em folato. Em ambos os experimentos os animais foram divididos em 6 grupos com 6 animais cada: C= controle; Eb= etanol baixa dose; Ea= etanol alta dose (Experimento 1) e DF= controle da deficiência de folato; DFEb= deficiência de folato + etanol baixa dose; DFEa= deficiência de folato + etanol alta dose (Experimento 2). Os animais dos Grupos C e DF receberam apenas salina. Etanol e salina foram administrados por via intraperitoneal, em três dias consecutivos da gestação: 70, 80 e 90. A eutanásia foi realizada em câmara de ‘C’’O IND. 2’ no 18° dia gestacional e os cornos uterinos foram retirados por cesárea para observação e contagem dos fetos vivos, mortes fetais tardias e reabsorções. Anomalias congênitas foramencontradas apenas no Grupo Ea, representadas por defeito de fechamento do tubo neural isolado (6,45%), agenesia de membros e cauda (6,45%), defeito de fechamento do tubo neural associado a defeito da face média (2,15%) e gastrosquise (1,08%). Foi observada. entre os grupos variação no número de fetos vivos (C= 98,97%; Eb= 97,98%; Ea= 87,74%; DF= 90,91 %; DFEb = 72,22%; DFEa= 61,39%), de reabsorções (C= 1,03%; Eb= 2,02%; Ea=1,89%; DF= 8,08%; DFEb= 14,44%; DFEa= 18,81%) e de mortes fetais tardais (C= 0; Eb= 0; Ea= 10,38%; DF= 1,01 %; DFEb= 13,33%; DFEa= 19,80%). Houve variação no comprimento vértice-sacral fetal (machos/fêmeas: C= 2,6/2,5cm; Eb=2,5/2,5cm; Ea= 2,4/2,3cm; DF=2,4/2,3cm; DFEb= 2,0/2,0cm; DFEa= 1,9/1,8cm),no peso corpóreo fetal (machos/fêmeas: C= 1,50/1 ,40g; Eb= 1,49/1 ,40g; Ea= 1,31/1,19g; DF= 1,28/1, 17g; DFEb= 0,81/0,82g; DFEa= 0,83/0,73g), no diâmetro placentário (machos/fêmeas: C=0,8/0,8cm; Eb= 0,8/0,7cm; Ea= 0,8/0,7cm; DF= 0,8/0,8cm; DFEb= 0,8/0,8cm; DFEa= 0,7/0,7cm) e no peso placentário (machos/fêmeas: C= 0,14/0, 12g; Eb= 0,14/0,11 g; Ea= 0,12/0,10g; DF= 0,13/0,11 g; DFEb= 0,09/0,09g; DFEa= 0,09/0,09g). Os resultados indicam que alta dose de etanol durante o consumo de ração comercial é mais deletério que baixa dose, pois além de provocar anomalias congênitas, causou restrição do crescimento intra-uterino e placentário e produziu mortes fetais tardias. A deficiência de ácido fólico, por si só, também é deletéria,interferiu com o desenvolvimento fetal e placentário e produziu reabsorções. A associação da deficiência de folato e etanol agravou ainda mais esse desenvolvimento e produziu um maior número de reabsorções e mortes fetais tardias. Além disso, na deficiência de folato, baixa dose de etanol foi tão deletéria quanto alta dose, indicando que a nutrição materna tem um papel fundamental no desenvolvimento fetal. Dessa forma, a ação sinérgica de dois fatores isolados, etanol e deficiência de ácido fólico, permite reforçar a noção do risco humano em condições semelhantes, já que mulheres jovens tendem a apresentar mais. deficiência de ácido fólico e estão mais expostas a comportamentos que levam ao consumo de etanol
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.02.2007
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUTIERREZ, Cristiane Minot; PERES, Luiz Cesar. Etanol, deficiência de Àcido Fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-30032007-154911/ >.
    • APA

      Gutierrez, C. M., & Peres, L. C. (2007). Etanol, deficiência de Àcido Fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-30032007-154911/
    • NLM

      Gutierrez CM, Peres LC. Etanol, deficiência de Àcido Fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-30032007-154911/
    • Vancouver

      Gutierrez CM, Peres LC. Etanol, deficiência de Àcido Fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-30032007-154911/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022