Exportar registro bibliográfico

Ação da carbonatação em vigas de concreto armado em serviço, construídas em escala natural e reduzida (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, VALDIRENE MARIA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SET
  • Subjects: CONCRETO DE ALTO DESEMPENHO; CONCRETO ARMADO; CARBONATOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta uma análise do comportamento da frente de carbonatação em vigas de concreto armado sob tensão, em escala natural e reduzida, com a máxima condição de subarmação. As vigas foram construídas com e sem adição da sílica da casca de arroz e sílica de ferro silício ou silício metálico. Para cada viga em escala natural (agregado graúdo com D máx. = 19 mm) foi moldada uma em escala reduzida com o mesmo traço de concreto para estabelecer os mesmos parâmetros de comparação. As vigas foram curadas durante 7 dias e posteriormente submetidas à flexão, com o carregamento aplicado nos terços (L/3 da viga). Realizou-se o pré-condicionamento para a estabilização da umidade interna das vigas que foram expostas durante 28 dias em um ambiente com concentração de 50% de dióxido de carbono, umidade relativa de 65 '+ OU -' 5% e temperatura ambiente. Foram determinados: resistências à compressão simples axial, resistência à tração por compressão diametral, módulos de elasticidade e profundidade da frente de carbonatação em corpos-de-prova cilíndricos. A profundidade da frente de carbonatação em corpos-de-prova foi determinada para diferentes concentrações de dióxido de carbono. Também foi verificada a carbonatação ao longo das vigas em escala natural e reduzida e nas posições das fissuras. Para a previsão da profundidade da frente de carbonatação nas vigas, foram ajustadas equações para a representação da carbonatação na região das fissuras. Osresultados obtidos mostraram a eficiência da espessura do cobrimento, a eficácia dos modelos físicos reduzidos para realizar estudos de carbonatação e a tendência da carbonatação em elementos estruturais na condição de serviço. A frente de carbonatação difere na posição das fissuras, evidenciando um comportamento diferente quando comparado com corpos-de-prova. A análise microestrutural ilustrou o comportamento da frente de carbonatação em vigas de concreto armado, ) complementando o estudo experimental. Com base nos resultados obtidos pode-se afirmar que a simples adoção de concretos de alto desempenho para construção de elementos estruturais não é suficiente nas peças que contenham fissuras e que sejam submetidas a atmosferas ambientais agressivas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.01.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Valdirene Maria; LIBÓRIO, Jefferson Benedicto Libardi. Ação da carbonatação em vigas de concreto armado em serviço, construídas em escala natural e reduzida. 2007.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18134/tde-19032007-100952/ >.
    • APA

      Silva, V. M., & Libório, J. B. L. (2007). Ação da carbonatação em vigas de concreto armado em serviço, construídas em escala natural e reduzida. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18134/tde-19032007-100952/
    • NLM

      Silva VM, Libório JBL. Ação da carbonatação em vigas de concreto armado em serviço, construídas em escala natural e reduzida [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18134/tde-19032007-100952/
    • Vancouver

      Silva VM, Libório JBL. Ação da carbonatação em vigas de concreto armado em serviço, construídas em escala natural e reduzida [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18134/tde-19032007-100952/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021