Exportar registro bibliográfico

Influência da pentoxifilina e da heparina na lesão de isquemia e reperfusão em retalhos cutâneos de ratos exposto ao tabaco (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: FREITAS, FREDERICO ALONSO SABINO DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: PELE (LESÕES); FLUXO SANGUÍNEO REGIONAL; MICROCIRCULAÇÃO (EFEITOS DE DROGAS); TABAGISMO (EFEITOS)
  • Language: Português
  • Abstract: A lesão de isquemia e reperfusão é considerada a maior causa de falência de retalhos transferidos e membros reimplantados. O tabagismo está associado à depleção do sistema antioxidante endógeno e um estado trombogênico, além de graus variáveis de vasoconstricção cutânea. Utilizando retalhos epigástricos em ratos que receberam pentoxifilina e heparina no perioperatório, objetivou-se avaliar se estas drogas poderiam atenuar os efeitos do tabaco na lesão de isquemia e reperfusão na pele. Os parâmetros estudados foram: níveis séricos de Malonildialdeído (MDA), atividade sérica da Mieloperoxidase (MPO) e pencentual de sobrevida dos retalhos. Foram distribuídos aleatoriamente 36 ratos em 2 grupos: 18 ratos foram expostos ao tabaco durante 4 semanas no pré-operatório e 18 não o foram. Cada grupo foi subdividido em 3 subgrupos de 6 ratos que receberam: pentoxifilina (P) (25mg/kg/dia) intraperitonealmente 1 dia antes da operação e 7 dias pós operatório, heparina (H) (150 U/kg) intraperitonealmente 1 dia antes da operação e 7 dias pós operatório e controle (C) (solução salina) intraperitonealmente 1 dia antes da operação e 7 dias pós operatório. Confeccionou-se um retalho epigástrico por animal e o submeteu à 3h de isquemia e 5 min de reperfusão. Ao final deste período o sangue do efluente venoso do retalho foi coletado para análises bioquímicas de MDA e MPO séricas. Após 7 dias do procedimento, os ratos foram novamente anestesiados para avaliar a viabilidade dosretalhos. A lipoperoxidação (MDA) e o grau de necrose foram significativamente maiores no grupo fumante, quando comparados ao não-fumante, Os ratos tratados com heparina apresentaram níveis significativamente baixos de MDA e melhor viabilidade dos retalhos. Não houve diferença em relação aos níveis de MPO e a pentoxifilina não foi efetiva em contrapor os efeitos do tabaco. Estes achados sugeriram um efeito benéfico da heparina tanto na redução da lipoperoxidação como na viabilidade dos retalhos submetidos à isquemia e reperfusão e expostos ao tabaco. A heparina pode representar uma alternativa para atenuar os efeitos do fumo em situações de urgência
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2007

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREITAS, Frederico Alonso Sabino de; PICCINATO, Carlos Eli. Influência da pentoxifilina e da heparina na lesão de isquemia e reperfusão em retalhos cutâneos de ratos exposto ao tabaco. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007.
    • APA

      Freitas, F. A. S. de, & Piccinato, C. E. (2007). Influência da pentoxifilina e da heparina na lesão de isquemia e reperfusão em retalhos cutâneos de ratos exposto ao tabaco. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Freitas FAS de, Piccinato CE. Influência da pentoxifilina e da heparina na lesão de isquemia e reperfusão em retalhos cutâneos de ratos exposto ao tabaco. 2007 ;
    • Vancouver

      Freitas FAS de, Piccinato CE. Influência da pentoxifilina e da heparina na lesão de isquemia e reperfusão em retalhos cutâneos de ratos exposto ao tabaco. 2007 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021