Exportar registro bibliográfico

Caracterização sociodemográfica e clínica de lesados medulares (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FARO, ANA CRISTINA MANCUSSI E - EE
  • School: EE
  • Subjects: MEDULA ESPINHAL (LESÕES); REABILITAÇÃO; ENFERMAGEM EM REABILITAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Considerando-se a falta de dados organizados e específicos para lesão medular (LM), bem como a necessidade de atualizar os poucos dados organizados e divulgados por meio de pesquisas, esse estudo teve como finalidade atualizar dados de caracterização clínica e sociodemográfica de lesados medulares, que podem oferecer subsídios para a prevenção de trauma raquimedular e para a reabilitação precoce de pessoas com LM. Trata-se de um estudo do tipo exploratório, descritivo, transversal, de campo e prospectivo. Realizado na unidade de coluna vertebral de um hospital escola, referência em ortopedia e traumatologia. Para a coleta de dados foram utilizados os prontuários e papeletas dos pacientes e entrevista com os mesmos. A população foi composta por 22 pacientes: 16 do sexo masculino e 6 feminino; faixa etária predominante de 16 a 37 anos; 11 casados; 14 pacientes possuíam residência própria, 11 residiam em casa térrea. Em relação à etiologia da LM 21 pacientes foram de origem traumática, resultante de acidente de trânsito/automobilístico, seguido pelo ferimento por arma de fogo e queda de altura, e 1 não traumática, fratura patológica. O nível da lesão predominante foi o torácico (nove) e o grau completo (16). Apenas 10 pacientes realizavam cateterismo vesical intermitente (6 técnica asséptica; 4 técnica limpa - 3 autocateterismo e 1 é o cuidador quem faz o cateterismo), com intervalo predominante de 6x6 horas. 10 pacientes apresentaram úlcera por pressão (UP),predominantemente na região sacral (7). Dos sete que apresentaram LRM no nível cervical, três desenvolveram UP (42,9%) e dos 12 com lesão medular no nível torácico, sete apresentaram UP (58,3%). Os pacientes com lesão medular em nível mais baixo requerem uma assistência menos intensiva e mais educativa, para tal a enfermagem ainda requer mais treinamento e melhor avaliação da capacidade funcional dos pacientes para o desempenho das atividades de vida diária
  • Imprenta:
  • Source:
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Camila Fernanda da Silva; FARO, Ana Cristina Mancussi e. Caracterização sociodemográfica e clínica de lesados medulares. Monografias: resumos[S.l: s.n.], 2006.Disponível em: .
    • APA

      Lima, C. F. da S., & Faro, A. C. M. e. (2006). Caracterização sociodemográfica e clínica de lesados medulares. Monografias: resumos. São Paulo: EEUSP. Recuperado de http://www.ee.usp.br/graduacao/exibe_monografia.asp?vcodpesgr=4935302&vnompesgr=Camila Fernanda da Silva Lima&vcodpesco1=54689&vcodpesco2=
    • NLM

      Lima CF da S, Faro ACM e. Caracterização sociodemográfica e clínica de lesados medulares [Internet]. Monografias: resumos. 2006 ;Available from: http://www.ee.usp.br/graduacao/exibe_monografia.asp?vcodpesgr=4935302&vnompesgr=Camila Fernanda da Silva Lima&vcodpesco1=54689&vcodpesco2=
    • Vancouver

      Lima CF da S, Faro ACM e. Caracterização sociodemográfica e clínica de lesados medulares [Internet]. Monografias: resumos. 2006 ;Available from: http://www.ee.usp.br/graduacao/exibe_monografia.asp?vcodpesgr=4935302&vnompesgr=Camila Fernanda da Silva Lima&vcodpesco1=54689&vcodpesco2=


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022