Exportar registro bibliográfico

Evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambientes protegidos com diferentes tipos de cobertura (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: SENTELHAS, PAULO CESAR - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Subjects: CRESCIMENTO VEGETAL; EVAPOTRANSPIRAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: 1. Objetivo A evapotranspiração da cultura é uma variável importante para o manejo da irrigação em ambientes protegidos, quer seja para a produção de hortaliças como e flores e plantas ornamentais (Guiselini, 2002). O objetivo deste trabalho foi determinar a evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambiente protegido coberto com PEDB e malhas de sombreamento de diferentes cores e estabelecer a relação dela com as variáveis micrometeorológicas. 2. Material e Métodos O experimento foi conduzido em um ambiente protegido coberto com PEBD de 27/12/05 a 30/06/06 e contou com cinco tratamentos: malha termo-refletora (T1), testemunha - sem malha (T2), malha vermelha (T3), malha azul (T4) e malha preta (T5). Todas as malhas tinham 70% de sombreamento. Cada tratamento possuía 60 vasos, dos quais 24 amostras foram escolhidas para a determinação da evapotranspiração da bromélia (ETc), pelo método gravimétrico. A Etc foi obtida pela diferença de peso nos intervalos de 3 pesagens semanais. Esse procedimento coincidiu com os dias da realização da fertirrigação. Um sistema automático de aquisição de dados permaneceu instalado por uma semana em cada tratamento, obtendo continuamente registros de temperatura do ar - T (°C), umidade relativa do ar - UR (%),radiação solar global - Qg (W/m2) e saldo de radiação - Rn (W/m2). Foi feita a análise comparativa da ET e dos dados micrometeorológicos através da análise de regressão.3. Resultados e discussão Nos tratamentos T1 eT4 (malhas termo-refletora e azul, respectivamente), Qg e déficit de saturação de vapor do ar ('delta'e) apresentaram as maiores correlações com a ET (Tabela 1). Para esses tratamentos, essas variáveis exerceram maior efeito sobre a ET da bromélia. Já nos tratamentos T2, T3 e T5 (testemunha, malha vermelha e preta, respectivamente), os maiores coeficientes de correlação (r) foram obtidos com as variáveis T e 'delta'e, os quais são responsáveis pela demanda evaporativa do ar, portanto, diretamente relacionados à ET. 4. Conclusões A correlação entre a ET e as variáveis micrometeorológicas apresentou valores positivos, demonstrando a relação direta entre a ET e Qg, Rn, T e 'delta'e . As variáveis déficit de saturação de vapor do ar ('delta'e) e radiação solar global (Qg) foram as que apresentaram as melhores correlações com a ETc para todos os tratamentos, podendo, portanto, serem empregadas na estimativa do consumo de água das bromélias em ambientes protegidos.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HOLCMAN, E; SENTELHAS, Paulo Cesar. Evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambientes protegidos com diferentes tipos de cobertura. Anais.. São Paulo: USP, 2006.
    • APA

      Holcman, E., & Sentelhas, P. C. (2006). Evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambientes protegidos com diferentes tipos de cobertura. In Agropecuária; resumos. São Paulo: USP.
    • NLM

      Holcman E, Sentelhas PC. Evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambientes protegidos com diferentes tipos de cobertura. Agropecuária; resumos. 2006 ;
    • Vancouver

      Holcman E, Sentelhas PC. Evapotranspiração da bromélia Aechmea fasciata em ambientes protegidos com diferentes tipos de cobertura. Agropecuária; resumos. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021