Exportar registro bibliográfico

Dinâmica das Relações Familiares: compreendendo o convívio com familiar dependente de cuidados físicos (2007)

  • Authors:
  • Autor USP: DECESARO, MARIA DAS NEVES - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: CUIDADOS DOMICILIARES DE SAÚDE; RELAÇÕES FAMILIARES (VIDA COTIDIANA)
  • Language: Português
  • Abstract: A dinâmica das relações familiares apresenta-se como elemento importante a ser investigado, considerando a perspectiva da integralidade do cuidado às famílias. Partimos do pressuposto que, diante de uma situação de doença, o cotidiano e as relações familiares se alteram, desencadeando processos de desestruturação e estruturação, na busca de um equilíbrio, mesmo que conflitual, para dar sustentação à nova condição de vida. O objeto de estudo para esta pesquisa está delimitado à dinâmica das relações familiares, tendo em vista a compreensão de elementos centrais que participam ou estão presentes nesta dinâmica quando, inesperadamente, a família passa a conviver com um familiar adulto que se tornou dependente de cuidados fisicos. Elegemos o referencial teórico-metodológico de Michel Maffesoli circunscrito à sociologia do cotidiano, considerando que nessa abordagem a vida é vista como uma rede sutil e complexa, feita de fatos miúdos e obscuros do dia-a-dia que se concretizam em um conjunto de relações sociais, entre as quais se destacam as relações familiares. A noção de convívio carrega a idéia de experimentar emoções, compartilhar ambientes, concordar e discordar de valores, viver com o outro uma harmonia que integra a desarmonia. A perspectiva metodológica adotada foi o formismo, referenciado por Maffesoli, para quem a forma é uma alavanca metodológica que possibilita modelar o dado social, na medida em que descreve seus contornos para tecer uma estrutura objetivae subjetiva que promove a compreensão global do fenômeno estudado. Os dados foram coletados nos domicílios das famílias e a pesquisadora utilizou-se de entrevista individual aberta, entrevista semi-estruturada e grupos focais com os membros dos núcleos familiares. Os dados foram organizados em forma de genogramas que apresentam os vínculos entre os familiares, e as falas foram recortadas segundo categorias e subcategorias que revelaram: o ) presenteísmo da convivência familiar nas suas dimensões de alteridade e complementaridade; o senso do limite das famílias, apontando o trágico vivido e os manifestos de teatralização; os mecanismos de resistência grupal, apontando a astúcia, o jogo da representação e o silêncio como manifestações de força e potência para o viver; e, por último, a solidariedade grupal, que coloca em cena seus aspectos mecânico e orgânico da social idade familiar. A compreensão da dinâmica das relações em família na convivência com a pessoa dependente de cuidados fisicos. traz aos profissionais enfermeiros a perspectiva de uma atuação que se situa nos horizontes da contemplação e da ação co-responsável, uma vez que se insere em um espaço-tempo domiciliar e familial, onde se vivencia uma contingência trágica, com possibilidades de desestruturação e reestruturação das relações familiares. No plano das políticas públicas de Saúde, este estudo contribui, particularmente, com a estratégia da Saúde da Família, na medida em que recupera ocuidado em sua ambiência pela via da subjetividade, explicitando que o imaginário e o simbólico são elementos fundamentais para a potencialização desta importante política que orienta uma rede de cuidados. A prática do cuidado de enfermagem na família acontece em um espaço fisico e social singular, portanto heterogêneo, fluido, conflitual, de construção e de desconstrução das relações familiares, que requer tecnologias de cuidado sustentadas nos princípios da sensibilidade e da conjunção fundados na ética da estética
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.01.2007
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DECESARO, Maria das Neves; FERRAZ, Clarice Aparecida. Dinâmica das Relações Familiares: compreendendo o convívio com familiar dependente de cuidados físicos. 2007.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2007. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-23042007-151113/ >.
    • APA

      Decesaro, M. das N., & Ferraz, C. A. (2007). Dinâmica das Relações Familiares: compreendendo o convívio com familiar dependente de cuidados físicos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-23042007-151113/
    • NLM

      Decesaro M das N, Ferraz CA. Dinâmica das Relações Familiares: compreendendo o convívio com familiar dependente de cuidados físicos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-23042007-151113/
    • Vancouver

      Decesaro M das N, Ferraz CA. Dinâmica das Relações Familiares: compreendendo o convívio com familiar dependente de cuidados físicos [Internet]. 2007 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-23042007-151113/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021