Exportar registro bibliográfico

Dinâmica reprodutiva e influência das áreas de congregação de zangões na africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: CARANTÓN, OMAR ARVEY MARTÍNEZ - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Subjects: APIDAE (REPRODUÇÃO); MELHORAMENTO GENÉTICO
  • Keywords: Africanização; Áreas de congregação de zangões; Comportamento de vôo; Africanization; Areas congregation of drones; Flight behavior
  • Language: Português
  • Abstract: Aintrodução de 33 rainhas africanas (Apis mellifera scutellata) em 1956, com o objetivo de miciar um programa de seleção e melhoramento genético no Brasil, e a posterior enxameação de algumas destas rainhas, deu micio ao processo de Africanização, origmando o poli-híbrido, denominado, "Abelha africanizada". Este processo envolveu uma série de fatores biológicos e ambientais, cujas interações não são suficientemente claras. Os acasalamentos em abelhas melíferas ocorrem em sítios denommados como Áreas de Congregação de Zangões (ACZ), estes locais têm sido bem estudados em abelhas européias, porém, pouco pesquisados em abelhas africanizadas. Assim, é mister a necessidade de desenvolver novos estudos sobre o comportamento reprodutivo destas subespécies, que contribuíram para a rápida expansão das abelhas africanizadas nas Américas. Foram observados os comportamentos de vôos de 10 rainhas (Apis mellifera carnica e Apis mellifera africanizada) e de 126 e 146 zangões de cada raça, respectivamente. Observou-se 6 pontos, localizados no campus da USP de Ribeirão Preto, os quais poderiam ter uma maior concentração de zangões em vôo. Estes pontos foram analisados por meio de uma rainha fecundada presa a um balão preenchido com gás Helio e determinadas características ambientais. Todas as rainhas retornnaram ao núcleo com a marca de acasalamento e miciaram o processo de postura. Os dados revelaram que não existem diferenças significativas ('alfa'=0,05%) ao compararmos: A idadeda rainha no seu primeiro vôo (T=123: P=0,185); a idade da rainha no vôo do acasalamento (t=1,721; P=0,104); o numero de vôos que cada rainha realizou (T=79,5; P=0,789); a duração do vôo de acasalamento (t=1,065; P=0,303); a temperatura no dia do vôo de acasalamento (1=0,263; P=0,796) e o horário do dia no qual ocorrem os vôos de acasalamento (t = 0,0; P=1,0). A atividade de vôo dos zangões carnicos nunca precedeu o horário as 14:15 e 14:30h para zangões camicos e africanizados, respectivamente, confirmando que não existem diferenças significativas no período do dia em que estes realizam seus vôos (t = -3,11E-015; P = 1,000). Dos 6 pontos observados, somente um ponto não atraiu zangões à isca. Não foram encontrados diferenças significativas entre as diferentes ACZ (P = 0,109). Ao analisar a velocidade do vento (m/s), a analise de variância encontrou diferenças significativas entre as diferentes ACZ (P=<0,001), porém não influenciando a presença de zangões na isca. Dados coletados neste experimento revelaram que os zangões freqüentam estas áreas durante condições de vento superiores a 4 m/s, e em algumas ocasiões com ventos de 8,1 m/s. Também foi observado que os zangões realizam seus vôos de acasalamento em dias nublados e com pouca lummosidade. Não existiu uma preferência, pelos zangões, por determmadas ACZ, constatando-se que o ambiente oferece muitos espaços abertos típicos de ACZ, garantindo e facilitando o acasalamento destasabelhas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARTÍNEZ CARANTÓN, Omar Arvey; SOARES, Ademilson Espencer Egea. Dinâmica reprodutiva e influência das áreas de congregação de zangões na africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-13062013-113316/ >.
    • APA

      Martínez Carantón, O. A., & Soares, A. E. E. (2006). Dinâmica reprodutiva e influência das áreas de congregação de zangões na africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-13062013-113316/
    • NLM

      Martínez Carantón OA, Soares AEE. Dinâmica reprodutiva e influência das áreas de congregação de zangões na africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-13062013-113316/
    • Vancouver

      Martínez Carantón OA, Soares AEE. Dinâmica reprodutiva e influência das áreas de congregação de zangões na africanização de Apis mellifera (Apidae: Apini) no Brasil [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-13062013-113316/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021