Exportar registro bibliográfico

Oiticica: limites de uma experiência limite (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: GRUBERT, SARA CRISTIANE JARA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SAP
  • Subjects: ARTE MODERNA; MARGINALIDADE SOCIAL; MODERNIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho trata da trajetória artística de Hélio Oiticica, que se empenhou em entender e reformular o perfil do artista, seu lugar e papel na sociedade. Foi esse processo metódico e constante de experimentação e reflexão que o levou a expandir os limites dos suportes artísticos tradicionais, especialmente a partir de meados da década de 60. É realçada a importância da formação de Hélio Oiticica no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro para sua atuação posterior, aberta ao diálogo com um contexto mais amplo de debates e reflexões, que extrapolaram o limite artístico e possibilitaram a criação de espaços de debate públicos a partir de sua proposição artística. A partir dos Bólides (1963), Oiticica foi levado a buscar novas alternativas, reestruturando e até ressemantizando suas propostas anteriores. Evidencia-se, ainda, uma crise do projeto amplo de modernização, que atingiu também as instituições culturais. No bojo dessa crise ganharam força os eventos coletivos de protesto, a proposta de formulação de uma vanguarda, a invenção da tropicália, sua institucionalização no tropicalismo e o desmanche da cena cultural promovida pelo AI-5, durante a ditadura militar. É traçado, ainda, um paralelo entre as idéias de marginalidade e de underground. Na trajetória de Hélio Oiticica, ambos aparecem como forma de oposição à ordem instituída, propondo o livre pensar e o descondicionamento do sujeito, conceitos que se desenvolveram em seu período novaiorquino. Em NovaYork, Oiticica chegava à formulação de que o Brasil seria automaticamente underground; nesse ponto ele concluiu que estaríamos condenados a um paradoxo entre um mercado de arte pouco profissionalizado e a liberdade total de criação. Constatava, então, o limite de sua trajetória artística que rompeu as barreiras entre a arte e a vida, com o propósito de resgatar sua potencialidade crítica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRUBERT, Sara Cristiane Jara; SANTOS, Fábio Lopes de Souza. Oiticica: limites de uma experiência limite. 2006.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18142/tde-13022007-110629/ >.
    • APA

      Grubert, S. C. J., & Santos, F. L. de S. (2006). Oiticica: limites de uma experiência limite. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18142/tde-13022007-110629/
    • NLM

      Grubert SCJ, Santos FL de S. Oiticica: limites de uma experiência limite [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18142/tde-13022007-110629/
    • Vancouver

      Grubert SCJ, Santos FL de S. Oiticica: limites de uma experiência limite [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18142/tde-13022007-110629/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021