Exportar registro bibliográfico

Avaliação das alterações dentoesqueléticas produzidas pelo expansor maxilar com cobertura oclusal seguido do aparelho fixo (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRAMANTE, FAUSTO SILVA - FOB
  • Unidades: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: EXPANSOR; APARELHO ORTODÔNTICO FIXO; ORTODONTIA CORRETIVA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho teve como objetivo avaliar cefalometricamente, após três anos, os efeitos dentoesqueléticos do aparelho de expansão maxilar fixo com cobertura oclusal em acrílico, seguido do aparelho fixo convencional e compará-los a um grupo controle. O grupo tratado consistiu de 24 pacientes, sendo 16 do gênero feminino e oito do masculino, com idade média de 12 anos e oito meses ao início do tratamento e 15 anos e oito meses ao final, que apresentavam mordida cruzada posterior uni ou bilateral. O grupo controle consistiu de 22 pacientes, sendo nove do gênero feminino e 13 do masculino, com idade média de 12 anos e sete meses ao início da avaliação e 15 anos e cinco meses ao final. Os resultados foram obtidos por meio de telerradiografias em norma lateral, ao início do tratamento e ao final da terapia fixa, para o grupo tratado e, no mesmo período, para o grupo controle. O grupo tratado apresentou, ao final da terapia, um aumento na altura facial ântero-superior, deslocamento da espinha nasal anterior para baixo, crescimento maxilar e mandibular para anterior, aumento na altura facial ântero-inferior e posterior e deslocamento dos primeiros molares superiores para baixo e para mesial. O grupo controle mostrou rotação no sentido anti-horário da mandíbula, melhora na relação maxilomandibular, aumento na altura facial ântero-superior, deslocamento da espinha nasal anterior e posterior para baixo, crescimento maxilar e mandibular para anterior, aumento naaltura facial ântero-inferior e posterior e deslocamento dos primeiros molares superiores para baixo e para mesial. A comparação intergrupos não demonstrou alterações para a maioria das variáveis. ) Portanto, concluiu-se que o grupo tratado apresentou alterações semelhantes às do grupo controle, o que sugere que a terapia da expansão maxilar com o aparelho fixo com cobertura oclusal, em longo prazo, não alterou significativamente o crescimento facial dos pacientes, na maioria das medidas
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2004
  • Data da defesa: 19.05.2004
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRAMANTE, Fausto Silva; ALMEIDA, Renato Rodrigues de. Avaliação das alterações dentoesqueléticas produzidas pelo expansor maxilar com cobertura oclusal seguido do aparelho fixo. 2004.Universidade de São Paulo, Bauru, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-15102007-093803/ >.
    • APA

      Bramante, F. S., & Almeida, R. R. de. (2004). Avaliação das alterações dentoesqueléticas produzidas pelo expansor maxilar com cobertura oclusal seguido do aparelho fixo. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-15102007-093803/
    • NLM

      Bramante FS, Almeida RR de. Avaliação das alterações dentoesqueléticas produzidas pelo expansor maxilar com cobertura oclusal seguido do aparelho fixo [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-15102007-093803/
    • Vancouver

      Bramante FS, Almeida RR de. Avaliação das alterações dentoesqueléticas produzidas pelo expansor maxilar com cobertura oclusal seguido do aparelho fixo [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-15102007-093803/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020