Exportar registro bibliográfico

Anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos reprodutores femininos da Ema (Rhea americana) (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: PARIZZI, ROGÉRIO CÉSAR - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: EMAS; OVÁRIO; MORFOLOGIA (ANATOMIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho tem por objetivo descrever as características anatômicas, macroscópicas e microscópicas, dos órgãos reprodutores femininos da ema (Rhea americana). O material consistiu nos órgãos reprodutores femininos (ovário, oviduto e cloaca) de 24 fêmeas, das quais, 04 filhotes (15 dias) e 20 adultos (12 e 36 meses), oriundas da Cooperativa Emas do Brasil LTDA. Os órgãos foram fixados em formol 10% tamponado e em glutaraldeído 2,5%, PBS 0,1 M, pH 7,4, para microscopia de luz e eletrônica de varredura, respectivamente. Os resultados mostram que o ovário esquerdo ocupa a porção dorsal da cavidade celomática, em contato com a porção cranial do rim e com a glândula suprarenal, sendo sustentado na cavidade pelo mesovário. Na superfície livre do ovário observam-se folículos em diversas fases de desenvolvimento, variando de 1 a 90 mm e atrésicos com 27,6 ± 3 mm de diâmetro (n=10), unidos à superfície ovariana por um pedúnculo folicular e apresentam uma cinta esbranquiçada contornando sua superfície, o estigma folicular. Histologicamente o ovário é constituído de uma medula e um córtex e a parede dos folículos pelas tecas externa e interna, extrato granuloso e zona radiada. O oviduto possuiu comprimento médio de 1,22 ± 0,23m (n=4) e foi composto pelo infundíbulo, magno, istmo, útero e vagina, revestidos por epitélio colunar ciliado com células secretoras recobrindo as pregas luminais. O infundíbulo apresentou uma abertura cranial com fímbrias delgadas elongas. No magno estas pregas são mais espessas e volumosas, preenchidas por glândulas tubulares, representando a maior porção do oviduto. O istmo curto apresentou pregas menos volumosas e com menor quantidade de glândulas tubulares. O útero pregueado em forma de bolsa, teve uma região cranial com pregas delgadas e uma outra caudal com pregas mais ramificadas e com poucas glândulas. A vagina apresentou pregas ) luminais longas e espessamento da muscular, formando o músculo esfíncter vaginal. O ovário e o oviduto da ema possuem características comuns à morfologia das aves domésticas. A cloaca teve os mesmos compartimentos que outras aves, diferenciando-se pela presença da prega entre o reto e o coprodeu, permitindo separação das fezes da urina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.07.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PARIZZI, Rogério César; SANTOS, Tatiana Carlesso dos. Anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos reprodutores femininos da Ema (Rhea americana). 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-03012007-135736/ >.
    • APA

      Parizzi, R. C., & Santos, T. C. dos. (2006). Anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos reprodutores femininos da Ema (Rhea americana). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-03012007-135736/
    • NLM

      Parizzi RC, Santos TC dos. Anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos reprodutores femininos da Ema (Rhea americana) [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-03012007-135736/
    • Vancouver

      Parizzi RC, Santos TC dos. Anatomia macroscópica e microscópica dos órgãos reprodutores femininos da Ema (Rhea americana) [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-03012007-135736/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021