Exportar registro bibliográfico

Atenção qualificada ao parto: a realidade da assistência de enfermagem em Rio Branco - AC (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: DOTTO, LEILA MARIA GEROMEL - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: PARTO; ENFERMAGEM OBSTÉTRICA; COMPETÊNCIA PROFISSIONAL; ASSISTÊNCIA À SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Tem havido consenso de que a atenção qualificada ao parto e nascimento é uma intervenção fundamental para tornar as gestações e partos mais seguros, visto que apenas 53% das mulheres em países em desenvolvimento são atendidas no parto por pessoal qualificado. As evidências epidemiológicas mostram que existe uma relação entre a atenção qualificada ao parto e o declínio da mortalidade materna. Este estudo buscou conhecer a realidade do atendimento a parturientes, realizado pela enfermagem nas maternidades do município de Rio Branco-AC. Objetivos: identificar e descrever o perfil dos profissionais de enfermagem que atuam na atenção ao trabalho de parto e parto normal, e analisar as competências essenciais desenvolvidas por eles nesta prática. Metodologia: estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em duas maternidades. A população estudada foi composta por 30 profissionais de enfermagem (02 enfermeiras, 07 enfermeiras obstétricas, 08 técnicas de enfermagem e 13 auxiliares de enfermagem). A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas e observações sistemáticas das competências essenciais em obstetrícia. Foram observados 14 admissões, 34 evoluções de trabalho de parto, 11 partos normais e 11 pósparto. A estatística descritiva e o teste exato de Fisher foram usados para análise dos dados. Resultados: perfil dos profissionais: a média de idade dos profissionais foi de 41 anos, 50% casados ou com parceria fixa, 60% com mais de 10 anos deformação profissional, com uma média de 130 meses de experiência na assistência ao parto, com carga horária média semanal de trabalho de 63,37 horas, e 40% deles trabalham em mais de uma instituição, apenas 05 (16,66%) não realizam parto. Daqueles que realizam parto normal, 18 (72%) receberam treinamento informal para realizar o parto, acompanhando ou sendo acompanhado por outro profissional, durante a jornada de ) trabalho, os demais ? 07 (28%) ? são enfermeiras obstétricas que foram capacitadas por meio de programas de pós-graduação lato sensu. O tempo de treinamento daquelas sem capacitação formal variou de 10 dias a dois anos. Os resultados revelam que apenas 28% dos profissionais são considerados qualificados para a atenção ao parto. As competências essenciais: várias práticas obstétricas recomendadas pela OMS sô adotadas pelas instituições, enquanto outras não. Muitas das habilidades essenciais em obstetrícia deixaram de ser desenvolvidas ou, quando realizadas, aconteceram de forma incompleta. O modelo de divisão de trabalho para o desempenho das competências obstétricas de maior complexidade nas instituições estudadas mostrou diferenças significantes, revelando que a delegação de tais tarefas está mais na dependência da categoria profissional do que na qualificação profissional para o seu desempenho. Conclusões: de acordo com os critérios e requisitos estabelecidos pelas políticas internacionais sobre o atendimento qualificado ao parto, a realidaderevela carência de pessoal qualificado. O modelo de atenção é caracterizado por uma divisão de trabalho que não privilegia a qualificação profissional. Muitas das competências essenciais em obstetrícia não estão sendo contempladas. Revelando, portanto, a necessidade de investimentos na formação de profissionais e na reorganização da assistência, para que se possa realmente modificar a realidade da atenção materna e neonatal no Norte do país
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.09.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DOTTO, Leila Maria Geromel; MAMEDE, Marli Villela. Atenção qualificada ao parto: a realidade da assistência de enfermagem em Rio Branco - AC. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18012007-162952/ >.
    • APA

      Dotto, L. M. G., & Mamede, M. V. (2006). Atenção qualificada ao parto: a realidade da assistência de enfermagem em Rio Branco - AC. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18012007-162952/
    • NLM

      Dotto LMG, Mamede MV. Atenção qualificada ao parto: a realidade da assistência de enfermagem em Rio Branco - AC [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18012007-162952/
    • Vancouver

      Dotto LMG, Mamede MV. Atenção qualificada ao parto: a realidade da assistência de enfermagem em Rio Branco - AC [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-18012007-162952/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021