Exportar registro bibliográfico

O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: IVORRA FILHO, FERMÍN VAÑÓ - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: LITERATURA COMPARADA; TEATRO (LITERATURA); LITERATURA PORTUGUESA (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO); LITERATURA ESPANHOLA (CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán tem como objetivo: pesquisar, analisar e comparar a literatura dramática desses dois artistas e escritores contemporâneos; ambos representantes de suas gerações literárias, na península ibérica, e desencadeadores de uma moderna dramaturgia no início do século XX. Antes de apresentar o estudo comparativo do teatro português e espanhol, do início do século XX, faremos observar alguns aspectos históricos e sociais da contínua decadência peninsular deste período, questões que aproximam ambos ainda mais, e que enfaticamente influenciaram na formação dos temas, das concepções artísticas e literárias dos dramas desses dois autores de povos vizinhos. Um painel amplo e detalhado da vida e obra de cada autor, em seu respectivo contexto histórico, fez-se aqui necessário para vislumbrar o percurso realizado por cada um deles e o desenvolvimento de suas respectivas produções literárias. Testemunhas comprometidas com esse período, Raul Brandão e Valle-Inclán, ao término da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), na plenitude literária de suas vidas, decidiram criar uma dramaturgia de vanguarda. Jesus Cristo em Lisboa (Brandão, 1927) e Los cuernos de Don Friolera (Valle-Inclán, 1921) são frutos do inconformismo de uma época conturbada; peças características de um teatro, que apostava em mudanças e, sobretudo, buscavam alguma reação sinestésica de suas respectivas sociedades. Elegemos os dois dramas mencionados, por seremconsiderados os precursores do teatro moderno, e por se tratarem de peças polêmicas, produções cinematográficas e de difícil encenação. Tratando-se também de estudo comparativo, recolhemos )um conjunto de recepções críticas sobre nossos autores e suas respectivas obras dramáticas, em vida tanto quanto postumamente. Por fim, após investigação, conclui-se a respeito das diferenças e semelhanças desta dramaturgia ibérica, presente nas peças de Raul Brandão e Valle-Inclán
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.11.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IVORRA FILHO, Fermín Vañó; COSTA, Horácio. O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-21082007-151804/ >.
    • APA

      Ivorra Filho, F. V., & Costa, H. (2006). O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-21082007-151804/
    • NLM

      Ivorra Filho FV, Costa H. O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-21082007-151804/
    • Vancouver

      Ivorra Filho FV, Costa H. O teatro trans-ibérico: Raul Brandão e Valle-Inclán [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8156/tde-21082007-151804/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020