Exportar registro bibliográfico

Mudanças longitudinais no peso, na gordura corporal e nas pregas cutâneas subescapular e tricipital durante a gestação [resumo] (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: KONNO, SILVIA CRISTINA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Subjects: PESOS E MEDIDAS CORPORAIS; GRAVIDEZ; COMPOSIÇÃO CORPORAL
  • Language: Português
  • Abstract: O ganho de peso durante a gestação expressa o aumento dos estoques maternos de gordura e nutrientes, o crescimento fetal, a expansão de tecidos maternos, o aumento de líquido extracelular e sangue e formação de líquido amniótico. O ganho ponderal gestacional adequado propicia um crescimento fetal favorável e estoques de gordura materna no pós-parto suficiente para a lactação. Objetivo: Estudar em uma coorte de mulheres clientes de serviço público de pré-natal a evolução do peso, gordura corporal e pregas cutâneas triciptal e subescapular durante a gestação. Metodologia: Foram recrutadas mulheres clinicamente saudáveis inscritas no serviço de pré-natal da maternidade Amparo Maternal (SP). Foram recrutadas 260 mulheres: 33 foram consideradas não elegíveis e 02 mulheres recusaram participar do estudo, a amostra final foi composta de 225 gestantes. As medidas antropométricas (peso corporal e pregas cutâneas triciptal e subescapular) foram coletadas mensalmente por antropometristas treinadas e padronizadas. A gordura corporal foi estimada pela equação de Siri (1956) e Durnin & Womersley (1974). Resultados: O peso e da gordura corporal aumentam concomitantemente até o oitavo mês de gestação. Entretanto, no último mês observou-se que o peso manteve o padrão ascendente, enquanto que a gordura corporal tem uma pequena redução. O ganho de peso médio foi de 11,5 kg e da gordura corporal 4,2 kg. O período de maior deposição de gordura ocorre no 2 trimestre. A prega cutânea triciptal apresenta uma evolução semelhante à da gordura corporal, aumenta em média 16% durante a gestação, expressando uma deposição de gordura nesta região como decorrência do processo gravídico.A prega cutânea triciptal apresenta uma evolução semelhante à da gordura corporal, aumenta em média 16% durante a gestação, expressando uma deposição de gordura nesta região como decorrência do processo gravídico. A prega cutânea triciptal praticamente não se altera durante a gestação. Conclusão: O período de maior aumento do peso coincide com o de maior acumulo de gordura corporal (2 trimestre). A deposição de gordura ocorre na região central, que se expressa através da prega cutânea subescapular.
  • Imprenta:
  • Source:
  • Conference titles: Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KONNO, Silvia Cristina; BENÍCIO, Maria Helena D'Aquino; SILVA, Ana Carolina Feldenheimer da. Mudanças longitudinais no peso, na gordura corporal e nas pregas cutâneas subescapular e tricipital durante a gestação [resumo]. Ciência & Saúde Coletiva[S.l: s.n.], 2006.
    • APA

      Konno, S. C., Benício, M. H. D. 'A., & Silva, A. C. F. da. (2006). Mudanças longitudinais no peso, na gordura corporal e nas pregas cutâneas subescapular e tricipital durante a gestação [resumo]. Ciência & Saúde Coletiva. Rio de Janeiro.
    • NLM

      Konno SC, Benício MHD'A, Silva ACF da. Mudanças longitudinais no peso, na gordura corporal e nas pregas cutâneas subescapular e tricipital durante a gestação [resumo]. Ciência & Saúde Coletiva. 2006 ;( esp.):
    • Vancouver

      Konno SC, Benício MHD'A, Silva ACF da. Mudanças longitudinais no peso, na gordura corporal e nas pregas cutâneas subescapular e tricipital durante a gestação [resumo]. Ciência & Saúde Coletiva. 2006 ;( esp.):


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021