Exportar registro bibliográfico

Pratylenchus brachyurus x algodoeiro: patogenicidade, métodos de controle e caracterização molecular de populações (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: MACHADO, ANDRESSA CRISTINA ZAMBONI - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: ADUBO VERDE; ALGODÃO; NEMATOIDES PARASITOS DE PLANTAS; PASTAGENS; SEQUENCIAMENTO GENÉTICO
  • Language: Português
  • Abstract: Pratylenchus brachyurus é um dos nematóides mais disseminados na cultura do algodão nas áreas produtoras do Brasil. Sua patogenicidade ao algodoeiro, entretanto, é pouco estudada. Os objetivos deste trabalho foram: i) correlacionar níveis populacionais iniciais crescentes de P. brachyurus (0, 12.000, 30.000 e 75.000 exemplares/ planta) com os danos causados ao algodoeiro \'Delta Opal\'; ii) avaliar a patogenicidade de populações de P. brachyurus em algodoeiros \'Delta Opal\' e \'Fibermax 966\'; iii) testar cultivares de algodão em relação à reprodução de três populações de P. brachyurus ; iv) caracterizar a relação parasito-hospedeiro (em termos de suscetibilidade/resistência) de alguns adubos verdes, coberturas vegetais e pastagens a Pratylenchus brachyurus; v) caracterizar molecularmente populações de P. brachyurus, através de PCR-RFLP e seqüenciamento da região ITS-1 do rDNA. Os resultados sugerem que P. brachyurus é patógeno pouco agressivo da cultura do algodão, já que não se verificaram danos significativos às plantas em densidades populacionais do nematóide inferiores a 12.000 exemplares/ planta. Em relação às cultivares, todas foram suscetíveis a P. brachyurus . Entre as espécies vegetais testadas, as que se mostraram resistentes a P. brachyurus foram Crotalaria spectabilis, C. breviflora, amaranto \'BRS Alegria\', nabo forrageiro \'Comum\' e as cultivares de aveia preta Campeira Mor, IPFA 99006, Comum, CPAO 0010 e Garoa. As análises de PCRRFLPrevelaram variabilidade genética entre as diferentes populações de P. brachyurus estudadas, em função dos diferentes padrões de bandas encontrados para as populações estudadas. O seqüenciamento da região ITS-1 do rDNA confirmou a variabilidade observada pela digestão enzimática, além de evidenciar heterogeneidade das regiões 18S e ITS-1 do rDNA de P. brachyurus
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.10.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MACHADO, Andressa Cristina Zamboni; FERRAZ, Luiz Carlos Camargo Barbosa. Pratylenchus brachyurus x algodoeiro: patogenicidade, métodos de controle e caracterização molecular de populações. 2006.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-17112006-143149/ >.
    • APA

      Machado, A. C. Z., & Ferraz, L. C. C. B. (2006). Pratylenchus brachyurus x algodoeiro: patogenicidade, métodos de controle e caracterização molecular de populações. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-17112006-143149/
    • NLM

      Machado ACZ, Ferraz LCCB. Pratylenchus brachyurus x algodoeiro: patogenicidade, métodos de controle e caracterização molecular de populações [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-17112006-143149/
    • Vancouver

      Machado ACZ, Ferraz LCCB. Pratylenchus brachyurus x algodoeiro: patogenicidade, métodos de controle e caracterização molecular de populações [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-17112006-143149/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021