Exportar registro bibliográfico

Mortalidade de mulheres por agravos associados a alimentação e metabolismo: uma análise por causas múltiplas (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, BRUNO ZOCA DE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • Subjects: HIPERTENSÃO (MORTALIDADE); DIABETES MELLITUS (MORTALIDADE); OBESIDADE (MORTALIDADE); DESNUTRIÇÃO (MORTALIDADE); REGISTROS DE MORTALIDADE; MORTALIDADE; CAUSA DA MORTE; CAUSALIDADE; ATESTADO DE ÓBITO; BRASIL (EPIDEMIOLOGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A hipertensão arterial é um problema de saúde pública por sua magnitude e dificuldades no controle; é um dos importantes fatores de risco para acidente vascularcerebral e infarto do miocárdio. Diabetes, atualmente, é uma das principais doenças crônicas, sendo um problema de saúde global, acometendo todos os extratos socioeconômicos. A prevalência de obesidade em países desenvolvidos tem aumentado, nas últimas décadas. No Brasil, entre 1974 e 1989, a proporção de obesos aumentou de 21 por cento para 32 por cento. A obesidade é um fator de risco para hipertensão arterial, hipercolesterolemia, diabetes e doenças cardiovasculares. A desnutrição é um fator agravante, principalmente como indicador socioeconômico e como complicação de outras doenças. Justificativa e objetivo - As doenças mencionadas apresentam-se associadas (exceto a desnutrição). A sua prevalência vem crescendo no país, além de serem fatores de risco para outras enfermidades. Considerando-se estes aspectos, decidiu-se realizar esta investigação cujo objetivo é verificar o ganho da informação em relação a mortalidade em mulheres de 10 a 49 anos por diabetes, desnutrição, obesidade e hipertensão arterial, como causa básica ou associada e reconhecer alguns fatores associados a esta mortalidade, por meio de uma análise por causas múltiplas. Material e métodos - Foi constituída uma base de dados com 7.332 óbitidos colhidos no "ESTUDO DA MORBI-MORTALIDADE DE MULHERES DE 10 A 49 ANOS - PROJETO 'GRAVIDEZ,PARTO E PUERPÉRIO'(GPP)". A metodologia foi de RAMOS (Reproductive Age Mortality Survey) e aplicada em todas as capitais de estados brasileiros e Distrito Federal. ) Com as informações adicionais, foi preenchida uma nova declaração de óbitos. Foram analisadas duas bases (dados da DO-ORIGINAL e da DO-NOVA) e comparações das distribuições de óbitos segundo causa básica e fonte (DO-O, DO-N) foram feitas por meio de programas estatísticos específicos. Resultados - A declaração de óbito, do modo como é preenchida pelo médico, é falha tanto em quantidade quanto em qualidade da informação. Conclui-se que a análise por causas múltiplas permite a obtenção de uma distribuição apurada, em se tratando de informações advindas de declarações de óbito. São necessárias campanhas para melhor preenchimento da declaração de óbito, assim como mais estudos voltados à análise de causa múltipla de morte
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.10.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Bruno Zoca de; GOTLIEB, Sabina Léa Davidson. Mortalidade de mulheres por agravos associados a alimentação e metabolismo: uma análise por causas múltiplas. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Oliveira, B. Z. de, & Gotlieb, S. L. D. (2006). Mortalidade de mulheres por agravos associados a alimentação e metabolismo: uma análise por causas múltiplas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Oliveira BZ de, Gotlieb SLD. Mortalidade de mulheres por agravos associados a alimentação e metabolismo: uma análise por causas múltiplas. 2006 ;
    • Vancouver

      Oliveira BZ de, Gotlieb SLD. Mortalidade de mulheres por agravos associados a alimentação e metabolismo: uma análise por causas múltiplas. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021