Exportar registro bibliográfico

Avaliação de retropreparos confecionados por pontas de ultra-som (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: SALZANO, KARINA - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: CAVIDADE DENTÁRIA; TRATAMENTO DO CANAL RADICULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Diante das vantagens do uso do ultra-som na confecção de cavidades retrógradas, o presente estudo avaliou pontas lisas, diamantadas e despolidas quanto ao tempo usado para confecção das cavidades, presença de sujidade e infiltração do corante rodamina a 0,2%. Após os tratamentos endodônticos e apicectomias dos trinta e quatro dentes uniradiculares estudados, estes foram divididos em três grupos de 10; de acordo com a ponta usada para o retropreparo. A confecção das cavidades retrógradas consistiu de duas fases: fase 1 (a ponta de ultra-som deveria atingir 3mm de profundidade, não visualização de sujidade a olho nu, preparo com características de classe I), e fase 2 (uso da ponta de ultra -som correspondente a cada grupo por mais 40 segundos). Ao final de cada fase, os espécimes foram avaliados sob microscópio óptico com aumento de 20X e fotografados. Quatro examinadores analisaram a presença de sujidade nas superfícies retropreparadas. O tempo gasto para a confecção da fase 1 foi anotado. Em seguida, todos os espécimes submeteram-se a retrobturação com MTA. Passado período de 72 horas, foram imersos em solução de rodamina a 0,2% e clivados após 24 horas. A hemi-parte que continha maior infiltração de cada espécime, foi a considerada. Os resultados mostraram que as pontas despolidas necessitam de menos tempo para confecção de cavidades retrógradas. Após mais 40 segundos de preparo (fase 2), houve diminuição na quantidade de sujidade, em todos os grupos, não havendodiferença estatística significante entre os grupos. Em relação a infiltração do corante rodamina a 0,2%, os resultados mostraram não haver diferença estatística significante, quando da comparação entre os preparos confeccionados por pontas lisas, diamantadas e despolidas e retrobturados pelo MTA. Concluímos, portanto, que o tipo de ponta de ultra-som influencia no tempo de preparo, apesar de não exercer ) influência na infiltração do MTA. Vale ressaltar que a presença de sujidade é intensamente minimizada quando da complementação dos preparos por mais 40 segundos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.02.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALZANO, Karina; SANTOS, Marcelo dos. Avaliação de retropreparos confecionados por pontas de ultra-som. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-30052006-102026/ >.
    • APA

      Salzano, K., & Santos, M. dos. (2006). Avaliação de retropreparos confecionados por pontas de ultra-som. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-30052006-102026/
    • NLM

      Salzano K, Santos M dos. Avaliação de retropreparos confecionados por pontas de ultra-som [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-30052006-102026/
    • Vancouver

      Salzano K, Santos M dos. Avaliação de retropreparos confecionados por pontas de ultra-som [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23145/tde-30052006-102026/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021