Exportar registro bibliográfico

Estudo da leishmaniose visceral canina e dos vetores de leishmanioses no município de Mirandópolis, região noroeste do Estado de São Paulo (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: ODORIZZI, ROSA MARIA FERREIRA NOGUEROL - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • Subjects: ESTUDOS SOROEPIDEMIOLÓGICOS (VETERINÁRIA); LEISHMANIOSE VISCERAL (TRANSMISSÃO); LEISHMANIOSE VISCERAL (VETERINÁRIA); MOSCAS; ECOLOGIA DE VETORES; VETORES; RESERVATÓRIOS DE DOENÇAS (VETERINÁRIA); CÃES
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos. Identificar a soro-prevalência da leishmaniose canina atual e realizar estudo da bio-ecologia de vetores de leishmanioses em área de várzea do rio Freio do município de Mirandópolis. Métodos - Os flebotomíneos foram capturados com armadilhas luminosas, instaladas das 18:00 às 7:00 horas, durante um ano, em 10 peridomicílios distribuídos nas zonas urbana e rural e em dois locais (varanda e mata) localizados às margens do rio Freio no município de Mirandópolis. As capturas nas zona urbana e rural foram realizadas duas vezes por mês e no rio Freio foram mensais. Amostras de sangue de 240 cães foram coletadas e acondicionadas em tubo seco e em tubo contendo EDTA e mantidas a -20 graus C até o processamento por teste imunoenzimático (ELISA) e reação em cadeia pela polimerase (PCR). Apenas 24 amostras de creme leucocitário, das 240 mencionadas anteriormente, foram testadas por PCR. Resultados - Nas áreas urbana e rural, um total de 84 espécimes de flebotomíneos foram capturados, destes apenas 55 foram identificados como Lutzomyia longipalpis, sendo estes mais frequente no verão e apresentou correlação positiva (Pearson) para o índice pluviométrico (r=0,51) e temperatura (r=0,56), respectivamente. Um total de 35.995 espécime foram capturados na várzea do rio Freio, representado quase que exclusivamente por Nyssomyia neivai, que apresentou a média de Williams mais elevada no inverno. Neste local, capturou-se também um espécime de Psathyromyia(Xiphomyia) hermelenti, sendo este o primeiro registro dessa espécie no Estado de São Paulo. O teste ELISA revelou um alto índice de animais soro reagentes (60,8 porcento) e a grande maioria destes 73,9 porcento eram assintomáticos. Leishmania (Leishmania) chagasi foi identificada por PCR em creme leucocitário de quatro cães. ) Conclusões - Embora no presente estudo a soro-prevalência canina tenha sido trinta e cinco vezes maior do que a obtida em 2000, a densidade de Lutzomyia longipalpis durante o período de mostrou-se bastante reduzida, sugerindo que outros mecanismos de transmissão possam estar envolvidos. Além disto, a alta densidade de Nyssomyia neivai, um dos vetores suspeitos de transmitir a leshimaniose tegumentar americana nas regiões Sudeste e Sul do Brasil, na várzea do rio Freio apontam para o risco de transmissão noturna dessa doença, para humanos, principalmente nos períodos mais secos do ano
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.06.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ODORIZZI, Rosa Maria Ferreira Noguerol; GALATI, Eunice Aparecida Bianchi. Estudo da leishmaniose visceral canina e dos vetores de leishmanioses no município de Mirandópolis, região noroeste do Estado de São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Odorizzi, R. M. F. N., & Galati, E. A. B. (2006). Estudo da leishmaniose visceral canina e dos vetores de leishmanioses no município de Mirandópolis, região noroeste do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Odorizzi RMFN, Galati EAB. Estudo da leishmaniose visceral canina e dos vetores de leishmanioses no município de Mirandópolis, região noroeste do Estado de São Paulo. 2006 ;
    • Vancouver

      Odorizzi RMFN, Galati EAB. Estudo da leishmaniose visceral canina e dos vetores de leishmanioses no município de Mirandópolis, região noroeste do Estado de São Paulo. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021