Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Navegar é preciso: avaliação de impactos do uso da Internet na relação médico-paciente (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, WILMA MADEIRA DA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • DOI: 10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313
  • Subjects: RELAÇÕES MÉDICO-PACIENTE; INTERNET; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; PERCEPÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: verificar se indivíduos que acessam a Internet a utilizam para consultar informações sobre saúde e doenças; se o paciente, acessando a Internet muda sua atitude de paciente e se verifica mais ativo e mais participante do processo de decisão sobre sua saúde; e se, do ponto de vista do paciente, houve mudança na atitude do profissional médico frente ao maior uso da Internet por parte desse paciente. Metodologia: pesquisa com abordagem qualiquantitativa. A técnica empregada foi a do Discurso do Sujeito Coletivo - DSC, que possibilita a identificação e a construção de sujeitos e discursos coletivos distintos, por meio da análise de material individual e da extração das idéias centrais, compondo-se, com o conteúdo das idéias centrais semelhantes, discursos-síntese que expressam as representações sociais de uma coletividade. Para a coleta de dados foi publicado na Internet um questionário on-line que ficou disponível por três meses. Resultados: A maioria dos entrevistados acessa a Internet com frequência de pelo menos uma vez por semana, a utiliza para consultar informações sobre saúde e doenças, informações relacionadas a casos vivenciados por eles ou por aqueles que os afetam diretamente (familiares) e, após alguma consulta médica, para verificar, entender ou complementar as informações oferecidas por seus médicos.Parte significativa dos entrevistados considera que as informações acessadas na Internet sobre saúde e doenças são úteis, utiliza tais informações para conversar com seus médicos em consultas posteriores e demonstra mudança de atitude, para uma postura mais participativa no processo de decisão sobre sua saúde. Conclusão: identificou-se uma diversidade de discursos coletivos distintos que, analisados e organizados em tipos e escalas, auxiliam na compreensão de questões tais como o tipo de participação do paciente durante a consulta médica, o grau de autonomia do paciente, os tipos de interação entre médico e paciente e os tipos de reações produzidas pelos profissionais médicos durante tal processo. (AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.09.2006
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Wilma Madeira da; LEFÈVRE, Fernando. Navegar é preciso: avaliação de impactos do uso da Internet na relação médico-paciente. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313 > DOI: 10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313.
    • APA

      Silva, W. M. da, & Lefèvre, F. (2006). Navegar é preciso: avaliação de impactos do uso da Internet na relação médico-paciente. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313
    • NLM

      Silva WM da, Lefèvre F. Navegar é preciso: avaliação de impactos do uso da Internet na relação médico-paciente [Internet]. 2006 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313
    • Vancouver

      Silva WM da, Lefèvre F. Navegar é preciso: avaliação de impactos do uso da Internet na relação médico-paciente [Internet]. 2006 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2006.tde-30102006-103313


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021