Exportar registro bibliográfico

Obras de arte no metrô de São Paulo: um estudo junto aos seus usuários (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, RICARDO GOMIDES - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: ARTES (PSICOLOGIA); ESTÉTICA (ARTE); PERCEPÇÃO; AMBIENTES URBANOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho insere-se no contexto do Laboratório de Estudos em Psicologia da Arte LAPA-USP, e refere-se às pesquisas sobre recepção estética aí desenvolvidas. Munido de um referencial psicossocial e assumindo a postura interdisciplinar preconizada pelo Laboratório, procuramos investigar a recepção estética dos usuários do Metrô de São Paulo para com suas obras de arte. A partir de estudos que entendem a influência exercida pelo espaço expositivo nas respostas dadas pelo público de arte, quaisquer que sejam este público e essa arte, passamos a trabalhar com o conceito de atitude estética, que permite qualificar e conhecer tais respostas. Nas estações do metrô de São Paulo diariamente há um encontro possível entre milhões de usuários e 84 obras de arte contemporânea produzidas por artistas plásticos brasileiros. Para investigarmos a atitude estética peculiar a tal encontro, foram realizadas 20 entrevistas com usuários no interior das estações. Depois de transcritas e analisadas segundo uma metodologia qualitativa já utilizada no LAPA, as entrevistas permitiram uma aproximação das qualidades do encontro estético ocorrido no metrô. Ao investigarmos a percepção dos usuários quanto ao espaço, constatamos uma apreensão funcional das estações em detrimento de aspectos formais. Este padrão perceptivo determinou a postura de alguns usuários em relação às obras: desde o não reconhecimento de sua existência até sua assimilação utilitária - elas existem paraquebrar a rotina ou ocupar lugares vazios. No metrô também foram encontrados registros mais acurados das obras, situando-as em relação às estações e sendo parte indissociável da percepção destes ambientes. A partir da dinâmica pessoal estabelecida nas entrevistas e de seu conteúdo analisado, pensamos que a atitude estética dos usuários no metrô qualifica-se além da funcionalidade também por uma condicionalidade: há percepção estética das obras e do próprio espaço enquanto algo impede o uso primordial deste meio de transporte veloz. Enquanto o deslocamento não pode ser realizado, o usuário volta-se para seu entorno e tem oportunidade de envolver-se com as obras de arte lá existentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.08.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Ricardo Gomides; FRAYZE-PEREIRA, João Augusto. Obras de arte no metrô de São Paulo: um estudo junto aos seus usuários. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Santos, R. G., & Frayze-Pereira, J. A. (2006). Obras de arte no metrô de São Paulo: um estudo junto aos seus usuários. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Santos RG, Frayze-Pereira JA. Obras de arte no metrô de São Paulo: um estudo junto aos seus usuários. 2006 ;
    • Vancouver

      Santos RG, Frayze-Pereira JA. Obras de arte no metrô de São Paulo: um estudo junto aos seus usuários. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021