Exportar registro bibliográfico

Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como membrana na regeneração tecidual guiada de lesões de bifurcação classe II em pré-molares mandibulares. Estudo histomorfométrico e clínico em cães (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: ANDRADE, PATRÍCIA FREITAS DE - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 806
  • Subjects: REGENERAÇÃO TECIDUAL GUIADA; PERIODONTIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar a matriz dérmica acelular (MDA) como membrana na técnica de Regeneração Tecidual Guiada (RTG) para tratamento de lesões de buficação classe II. Material e Métodos: Nos terceiros e quartos pré-molares mandibulares de seis cães de raça indefinida, bilateralmente, lesões de bifurcação classe II vestibulares foram cirurgicamente criadas e cronificadas por 15 dias. Um mês após estas cirurgias, foram realizados os procedimentos cirúrgicos para a colocação das membranas, sendo que o lado da mandíbula correspondente ao grupo teste (GT: MOA) ou controle (GC: barreira absorvível constituída de um copolímero de ácido poliláctico e poliglicólico) foi escolhido aleatoriamente, através do lançamento de uma moeda. Medidas clínicas da altura e espessura da mucosa ceratinizada (AMC e EMC, respectivamente) foram realizadas previamente às cirurgias para a colocação das membranas (exame clínico 1 - baseline) e à eutanásia (exame clínico 2). A AMC foi avaliada em um local correspondente ao centro das superfícies vestibulares dos dentes, enquanto a EMC foi verificada em um ponto mesial (EMC-M) e distal (EMC-D) em relação à região da medida da AMC. Os cães foram sacrificados 12 semanas após as cirurgias de RTG e uma análise histomorfométrica foi feita. Medidas da área de formação dos novos tecidos, de epitélio, de tecido conjuntivo e de novo osso, medidas lineares de altura óssea e de novo cemento, bem como as medidas de densidade ósseaforam realizadas. Resultados: O GT e o GC foram capazes de promover a formação de um novo cemento, ligamento periodontal e osso alveolar, impedindo a migração apical do epitélio juncional e do tecido conjuntivo gengival, não havendo diferenças estatisticamente significantes entre os grupos para qualquer um dos parâmetros histomorfométricos avaliados. Em relação às medidas clínicas, houve uma diferença estatística entre o GT e GC para a EMC-M após 12 semanas. Ambos os grupos apresentaram um aumento da AMC, EMC-M e EMC-D, porém somente no GT, estas mudanças foram estatisticamente significantes entre os exames clínicos 1 e 2. Além disso, foi observada uma diferença estatisticamente significante entre os grupos em relação ao aumento da EMC-M, a favor do GT. Conclusão: A MDA pode ser utilizada como membrana na técnica de RTG para tratamento das lesões de bifurcação classe II, sendo capaz de proporcionar um aumento da AMC e da EMC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRADE, Patrícia Freitas de; SOUZA, Sérgio Luis Scombatti de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como membrana na regeneração tecidual guiada de lesões de bifurcação classe II em pré-molares mandibulares. Estudo histomorfométrico e clínico em cães. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Andrade, P. F. de, & Souza, S. L. S. de. (2006). Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como membrana na regeneração tecidual guiada de lesões de bifurcação classe II em pré-molares mandibulares. Estudo histomorfométrico e clínico em cães. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Andrade PF de, Souza SLS de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como membrana na regeneração tecidual guiada de lesões de bifurcação classe II em pré-molares mandibulares. Estudo histomorfométrico e clínico em cães. 2006 ;
    • Vancouver

      Andrade PF de, Souza SLS de. Avaliação do uso da matriz dérmica acelular como membrana na regeneração tecidual guiada de lesões de bifurcação classe II em pré-molares mandibulares. Estudo histomorfométrico e clínico em cães. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021