Exportar registro bibliográfico

Influência da profundidade e do preparo do orifício no torque de inserção e na força de arrancamento de parafusos pediculares (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: LEITE, VÂNIA CUSTÓDIO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: COLUNA VERTEBRAL (REABILITAÇÃO); BIOMATERIAIS; BIOMECÂNICA
  • Language: Português
  • Abstract: Os parafusos pediculares são à base de alguns sistemas de fixação vertebral. Estes implantes ultimamente são utilizados no tratamento de diversas patologias, como fraturas, deformidades, tumores e doenças degenerativas da coluna vertebral, dentre outras. A proposta deste trabalho foi avaliar a influência da profundidade de inserção do parafuso variando-se o tamanho do orifício, no torque de inserção e na força de arrancamento dos parafusos pediculares. Neste trabalho, foi realizado um estudo experimental utilizando vértebras de suínos jovens (lombares e torácicas), como modelo experimental. Foi utilizado o parafuso do tipo USS (Synthes) de 5,0 mm de diâmetro inserido nos pedículos das vértebras. Para realização dos orifícios foram utilizados três diferentes tamanhos de brocas: 2,5mm; 3,8mm e 4,5mm. Após a realização do orifício no pedículo, utilizando um sistema de guia acoplado a um torquímetro, foram realizadas as medidas dos torques de inserção. Foram divididos em 06 grupos experimentais, com 10 modelos cada. Grupo 01: uso de broca 2,5mm e inserido até a cabeça do parafuso. Grupo 02: uso de broca 2,5mm e inserido somente a parte da rosca. Grupo 03: uso de broca 3,8mm e inserido até a cabeça. Grupo 04: uso de broca 3,8mm e inserido a parte da rosca. Grupo 05: uso de broca 4,5 mm e inserido até a cabeça. Grupo 06: uso de broca 4,5mm e inserido a parte da rosca. Os ensaios mecânicos de arrancamento foram realizados em Máquina Universal de Ensaio. Os testes foramrealizados bilateralmente, utilizando-se os dois pedículos. Os torques de inserção média máxima para os grupos foram: para o Grupo O I foi de (138,9 ± 21,4)'10 IND. -2' N.m; para o Grupo 02 foi de (87,3 ± 21,7)'10 IND. -2' N.m, para o Grupo 03 foi de (100,6 ± 21,0)'10 IND. -2' N.m; para o Grupo 04 foi de (52,6 ± 11,6)'10 IND. -2' N.m; para o Grupo 05 foi de (77,8 ± 18,4)'10 IND. -2' N.m e para o Grupo 06 foi de (32,4 ± 11,5)'10 IND. -2' N.m. As forças médias máximas de arrancamento para os grupos foram: para o Grupo 01 foi de (1014,6 ± 153,3)N; para o Grupo 02 foi de (909,9 ± 109,9)N; para o Grupo 03 foi de (996,9 ± 107,4) N; para o Grupo 04 foi de (884,8 ± 165,5) N; para o Grupo 05 foi de (862,6 ± 141,1) N e para o Grupo 06 foi de (669,6 ± 176,9) N. Os resultados mostraram que quando os parafusos foram inseridos até próximos de sua cabeça, tanto os torques de inserção quanto as forças de arrancamento do parafuso foram superiores aos inseridos somente até o final da rosca do parafuso. Com relação ao tamanho do orifício, observou-se maior torque de inserção com o furo de broca 2,5 mm, tanto quando inserido somente até o final de sua rosca quanto até a cabeça do parafuso; já na força de arrancamento observou-se forças similares com os orifícios utilizando brocas com 3,8 mm e 2,5 mm,nos dois modelos ensaiados. Na análise da rigidez não foi encontrada diferença significativa tanto em relação aos diferentes tamanhos de broca quanto em relação àposição do parafuso, sendo final de rosca e final de parafuso
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Vânia Custódio; SHIMANO, Antônio Carlos. Influência da profundidade e do preparo do orifício no torque de inserção e na força de arrancamento de parafusos pediculares. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Leite, V. C., & Shimano, A. C. (2006). Influência da profundidade e do preparo do orifício no torque de inserção e na força de arrancamento de parafusos pediculares. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Leite VC, Shimano AC. Influência da profundidade e do preparo do orifício no torque de inserção e na força de arrancamento de parafusos pediculares. 2006 ;
    • Vancouver

      Leite VC, Shimano AC. Influência da profundidade e do preparo do orifício no torque de inserção e na força de arrancamento de parafusos pediculares. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021