Exportar registro bibliográfico

Percepções, experiências e atitudes em relação ao aleitamento materno, de mulheres atendidas em unidades de saúde no município de São Paulo (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: BRASIL, BETTINA GERKEN - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: ALEITAMENTO MATERNO; PESQUISA QUANTITATIVA; CONHECIMENTOS, ATITUDES E PRÁTICA; PERCEPÇÃO SOCIAL; DESMAME
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Apesar do conhecimento sobre os benefícios da amamentação e sua importância e dos programas pró-aleitamento implantados pelo governo, a baixa prevalência e a curta duração do aleitamento exclusivo e total no Brasil é uma realidade. Foi realizado um estudo com o objetivo de 1) identificar as experiências, atitudes e percepções sobre amamentação e o desmame; 2) caracterizar a população estudada para verificar a frequência do aleitamento materno e sua duração. Métodos: foi pesquisado um grupo de mães usuárias de centros de saúde escola do Município de São Paulo através da aplicação de um questionário semi-estruturado e gravações em fitas magnéticas. Das respostas, foram selecionadas as representações sociais das mães - referentes aos diferentes tópicos das perguntas - e analisadas com o software Qualiquantisoft (2004). A partir da análise foram elaborados os discursos do Sujeito Coletivo (DSC). Um formulário para levantar informações quanto às características sóciodemográficas das mães e sobre a amamentação foi aplicado. Resultados: Foram entrevistadas 76 mães usuárias de quatro centros de saúde escola do município de São Paulo. A idade média materna foi de 26,6 anos (+ ou - 6,02), a média de anos de estudo materno foi de 6,00 (ensino fundamental incompleto) e a média da renda familiar de 4,57 salários mínimos. A média de consultas pré-natal foi de 7,95, sendo que todas as mães fizeram pelo menos 3 consultas. Das 75 mães entrevistadas 40 mãeseram primíparas. Noventa e seis por cento das crianças iniciaram o aleitamento materno, 22,4 por cento receberam leite materno exclusivamente até os seis meses. A duração média do aleitamento materno exclusivo foi de 3,17 meses e do total foi 6,12 meses. A partir das respostas gravadas foram elaborados 93 DSCs. ) Esses discursos montam um cenário que envolve a amamentação, mostrando as experiências vividas, decisões e atitudes tomadas, percepções, influências e conhecimento sobre a amamentação(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.04.2006
  • Acesso à fonteAcesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRASIL, Bettina Gerken; SOUZA, Sonia Buongermino de. Percepções, experiências e atitudes em relação ao aleitamento materno, de mulheres atendidas em unidades de saúde no município de São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://hygeia.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2008/bra001.mp3 >.
    • APA

      Brasil, B. G., & Souza, S. B. de. (2006). Percepções, experiências e atitudes em relação ao aleitamento materno, de mulheres atendidas em unidades de saúde no município de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://hygeia.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2008/bra001.mp3
    • NLM

      Brasil BG, Souza SB de. Percepções, experiências e atitudes em relação ao aleitamento materno, de mulheres atendidas em unidades de saúde no município de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://hygeia.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2008/bra001.mp3
    • Vancouver

      Brasil BG, Souza SB de. Percepções, experiências e atitudes em relação ao aleitamento materno, de mulheres atendidas em unidades de saúde no município de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://hygeia.fsp.usp.br/laudio/mp3/entrevistas/2008/bra001.mp3

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021