Exportar registro bibliográfico

Perfil de diagnósticos de enfermagem antes e após a implementação da classificação da NANDA-I (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: FONTES, CASSIANA MENDES BERTONCELLO - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM (CLASSIFICAÇÃO); MEDICINA INTERNA; REGISTROS DE ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar os perfis de diagnósticos de enfermagem e dos domínios da classificação antes e após a implementação da classificação da North American Nursing Diagnosis Association - International (NANDA-I) na Clínica Médica do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP), realizada entre os anos de 2001 e 2004. A amostra foi composta pelos registros de enfermagem de 31 pacientes admitidos em agosto de 2001 (fase pré, sexo masculino=61,3%, idade média=53,6±20,9 anos, internação por doenças do aparelho circulatório=30%) e de 30 admitidos em agosto de 2004 (fase pós, sexo feminino=60,0%, idade média=60,9±23,1 anos, doenças do aparelho respiratório=30%). Todos os registros de enfermagem das primeiras 24 horas de internação foram manualmente transcritos. Na fase pré foi utilizada a técnica de mapeamento cruzado para inferir os diagnósticos segundo a taxonomia da NANDA-I. Os diagnósticos da fase pós foram transcritos dos registros. Os critérios para incluir os diagnósticos das duas fases para as análises finais foram: consenso de painel de três juízes e a existência de pelo menos um item de prescrição de enfermagem pertinente. As associações entre as freqüências de diagnósticos, domínios e as fases do estudo foram testadas, com nível de significância =0,10. Os perfis de diagnósticos e domínios foram descritos pela Análise Fatorial Múltipla (AFM). Na fase pré, os diagnósticos mais freqüentes foram: integridade da peleprejudicada (54,8%), dor aguda (48,4%) e risco para integridade da pele prejudicada (45,2%), e na fase pós: dor aguda (66,7%), integridade tissular prejudicada (32,3%) e desobstrução ineficaz de vias aéreas para (43,3%). ) Seis diagnósticos apresentaram diferença estatística entre as duas fases: integridade da pele prejudicada (de 54,8% para 33,3%, p=0,092); nutrição desequilibrada: menos que as necessidades corporais (de 25,8% para ausência de ocorrência, p=0,005); deambulação prejudicada (de 19,4% para nenhuma ocorrência, p=0,024); proteção ineficaz (de nenhuma ocorrência para 23,3%, p=0,005); perfusão tissular renal (de nenhuma ocorrência para 16,7%, p=0,024); ansiedade (de nenhuma ocorrência para 13,3%, p=0,053). Foram identificados seis domínios na fase pré e sete na pós. Houve diferenças significativas nos domínios: conforto (de 48,3% para 73,3%, p=0,046); nutrição (de 25,8% para 6,6%, p=0,023) e enfrentamento/tolerância ao estresse (de nenhuma ocorrência para 13,3%, p=0,053). Essas diferenças indicam que, após a implementação da classificação, houve maior focalização de respostas de conforto e de enfrentamento e tolerância ao estresse. A AFM indicou diferentes perfis de diagnósticos e de domínios entre as fases, mostrando que na fase pós houve maior amplitude dos fenômenos focalizados pelas enfermeiras. A implementação da classificação da NANDA-I contribuiu para ampliar o foco do cuidado, aumentando a ênfase em fenômenos pouco documentados, como os dodomínio de enfrentamento e tolerância ao estresse. O fato de as enfermeiras documentarem esses fenômenos como diagnósticos aumenta a responsabilidade na seleção de intervenções adequadas e na avaliação dos resultados obtidos. Os resultados deste estudo são contribuições importantes para aprimorar os processos de implementação das classificações e para monitorar os seus efeitos na prática clínica de enfermagem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.03.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FONTES, Cassiana Mendes Bertoncello; CRUZ, Diná de Almeida Lopes Monteiro da. Perfil de diagnósticos de enfermagem antes e após a implementação da classificação da NANDA-I. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02062006-104510/ >.
    • APA

      Fontes, C. M. B., & Cruz, D. de A. L. M. da. (2006). Perfil de diagnósticos de enfermagem antes e após a implementação da classificação da NANDA-I. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02062006-104510/
    • NLM

      Fontes CMB, Cruz D de ALM da. Perfil de diagnósticos de enfermagem antes e após a implementação da classificação da NANDA-I [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02062006-104510/
    • Vancouver

      Fontes CMB, Cruz D de ALM da. Perfil de diagnósticos de enfermagem antes e após a implementação da classificação da NANDA-I [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-02062006-104510/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021