Exportar registro bibliográfico

Depressão em doentes com dor crônica não oncológica (2003)

  • Authors:
  • USP affiliated author: PIMENTA, CIBELE ANDRUCIOLI DE MATOS - EE
  • School: EE
  • Subjects: DOR; DEPRESSÃO; NEOPLASIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: depressão é uma síndrome caracterizada por pouca energia, apatia, tristeza, diminuição da libido, perda ou ganho de peso, insônia ou hipersonia, agitação ou retardo psicomotor, sentimento de culpa, diminuição da auto-estima, redução na concentração, idéias recorrentes de morte ou suicídio e queixa somáticas, entre elas, 'dor SOB. 1,2'. É uma condição que compromete o relacionamento familiar, o desempenho profissional, o convívio social e muitas vezes piora o quadro de doenças 'concomitantes SOB. 2'. Diversos estudos apontam haver uma associação entre dor e 'depressão SOB. 3,4', mas há controvérsias quanto à 'prevalência SOB. 1'. Objetivos: identificar a presença de sintomas depressivos em doentes com dor crônica e não oncológica e analisar a evolução destes sintomas ao longo de seis meses. Metodologia: a amostra, de conveniência, foi constituída por trinta doentes que iniciaram atendimento no Ambulatório de Dor da Clínica Neurológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período entre abril e novembro de 1999. Os doentes foram avaliados durante seis meses, em três entrevistas seqüenciais. Na entrevista inicial, ocorrida entre sete e quinze dias após o início do tratamento, o doente foi convidado a participar da pesquisa e em caso de concordância, a ler e assinar o termo de consentimento pós-esclarecido. A segunda entrevista ocorreu entre 45 e 55 dias e a terceira, entre 165 e 175 dias contados a partir daprimeira entrevista. Para a avaliação da depressão foi utilizado o Inventário de Depressão de Beck '(IDB) SOB. 5', traduzido e validado para a língua 'portuguesa SOB. 6'. O inventário é composto de 21 ítens com afirmações graduadas de 0 a 3 que refletem a intensidade do sintoma. Os pontos de corte adotados foram os recomendados para populações sem diagnóstico prévio de depressão (0 a 15=ausåencia de depressão, 16 a20=disforia e '> 20=depressão SOB. 7'. ) O estudo foi aprovado pela Comissão de Ética para Análise de Projetos de pesquisa hospital referido. Resultados: observou-se que 26,7% dos doentes possuíam síndrome de dor localizada (lombalgia, lesão poe esforços repetitivos e síndroem miosfascial) e 73,3%, síndrome de dor generalizada (fibromialgia e neuropatia). A média de intensidade da dor variou entre 8,3 (mais ou menos 2,0) e 6,6(mais ou menos 3,0), numa escala de 0 a 10. Na primeira avaliação a média obtida por meio do IDB foi 14,9 (mais ou menos 8,4), na segunda avaliação 14,3 (mas ou menos 10,2) e na terceira, 13,2 (mais ou menos 9,6) e não se observou variação significativa ao longo de seis meses. Na primeira entrevista 33,3% apresentaram escores compatíveis com disforia e 13,4%, com depressão. Na segunda, doentes com disforia perfizeram 20,7% dos entrevistados e com depressão, 13,8%. Na última entrevista o número de disfóricos foi de 13,3% e o de depressivos cresceu, embora não significativamente, para 16,7%. Somando-se aqueles com algumaalteração de humor observou-se que, em todas as avaliações correspondeu, no mínimo, a 1/3 dos doentes. Conclusão: escores compatíveis com disforia e depressão foram freqüentes e não variaram, significativamente, ao longo de seis meses, indicando que não houve alívio do quadro. Considerando-se que a associação dor crônica e depressão é deletéria aos doentes, pois quadro agrava o outro, intervenções que minimizem sintomas depressivos em doentes com dor crônica são necessários e devem ser implementadas
  • Imprenta:
  • ISBN: 8587582089
  • Source:
  • Conference title: Seminário Nacional de pesquisa em Enfermagem

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KURITA, Geana e PIMENTA, Cibele Andrucioli de Mattos. Depressão em doentes com dor crônica não oncológica. 2003, Anais.. Porto Seguro: ABEn-BA, 2003. . Acesso em: 25 jun. 2022.
    • APA

      Kurita, G., & Pimenta, C. A. de M. (2003). Depressão em doentes com dor crônica não oncológica. In Resumos. Porto Seguro: ABEn-BA.
    • NLM

      Kurita G, Pimenta CA de M. Depressão em doentes com dor crônica não oncológica. Resumos. 2003 ;[citado 2022 jun. 25 ]
    • Vancouver

      Kurita G, Pimenta CA de M. Depressão em doentes com dor crônica não oncológica. Resumos. 2003 ;[citado 2022 jun. 25 ]


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022