Exportar registro bibliográfico

Estudo biofarmacognóstico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze Asteraceae (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: ADATI, ROBERTO TSUYOSHI - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBF
  • Subjects: COMPOSITAE; FARMACOGNOSIA; DROGA VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze, conhecido popularmente no Brasil como carrapichinho pertence à família Asteraceae e é utilizado na medicina popular como hepatoprotetora, diaforética, antiblenorrágica, antimalárica, entre outras funções. O objetivo do presente trabalho foi estudar a espécie sob o aspecto botânico, químico e farmacológico. Assim, folhas e caules foram analisados macro e microscopicamente, contribuindo no auxílio da diagnose da espécie. Os órgãos em estudo foram submetidos a ensaios preliminares para a pesquisa dos principais grupos de princípios ativos provenientes do metabolismo secundário dos vegetais. Diferentes extratos foram obtidos por percolação e por decocção, sendo alguns de seus componentes isolados por CCD preparativa e identificadas por CG/EM. O óleo essencial do vegetal, coletado em diferentes épocas do ano e variados estágios de desenvolvimento, foi obtido em aparelho de Clevenger modificado, sendo que sua composição também foi analisada por CG/EM. O extrato clorofórmico e o extrato hidroetanólico liofilizado (EHL) foram avaliados quanto à atividade antimalárica e antileishmania. Com o EHL foi realizado também ensaio de atividade antiúlcera em ratos Wistar Hannover fêmeas e atividade antimicrobiana em bactérias e fungos. A espécie em estudo, nas condições deste trabalho, apresentou flavonóides, taninos, saponinas, óleo essencial e mucilagens. O extrato clorofórmico e hidroetanólico liofilizado, nas concentrações de 100IJg/mL, provocaram 100 'POR CENTO' de morte dos protozoários de Plasmodium chabaudi AJ, porém ambos não apresentaram atividade em promastigotas de Leishmania (L.) chagasi nesta concentração. O EHL na ) concentração de 10 mg/mL demonstrou significativa atividade antifúngica contra o Aspergillus niger, não apresentando nenhuma atividade para Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia colí e Candida albicans. O mesmo extrato, na concentração de 400 mg/kg, administrada por via oral, mostrou-se com atividade antiúlcera aguda significativa, reduzindo a Área Total de Lesão (ATL) em 49,13 'POR CENTO' em relação ao controle. O óleo essencial, nas condições do experimento, apresentou diferenças qualitativas e quantitativas quando comparado a estudos já realizados, sendo constituído em sua maioria por sesquiterpenos dos grupos cadinano ('alfa'-cadinol e 'delta'-cadineno), cariofilano ('beta'-cariofileno) e, principalmente, germacrano (globulol). As análises permitiram concluir ainda que o isômero do espatulenol é o componente exclusivo e majoritário do óleo essencial de caule e o isômero do globulol, o componente presente em maior quantidade no óleo quando o vegetal encontra-se em fase de floração
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ADATI, Roberto Tsuyoshi; FERRO, Vicente de Oliveira. Estudo biofarmacognóstico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze Asteraceae. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-13012012-173123/pt-br.php >.
    • APA

      Adati, R. T., & Ferro, V. de O. (2006). Estudo biofarmacognóstico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze Asteraceae. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-13012012-173123/pt-br.php
    • NLM

      Adati RT, Ferro V de O. Estudo biofarmacognóstico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze Asteraceae [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-13012012-173123/pt-br.php
    • Vancouver

      Adati RT, Ferro V de O. Estudo biofarmacognóstico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze Asteraceae [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9138/tde-13012012-173123/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021