Exportar registro bibliográfico

Influência de haplótipos da sintase endotelial do óxido nítrico (NO) sobre a biodisponibilidade sistêmica de NO (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: METZGER, INGRID FERREIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Assunto: FÁRMACOS (SISTEMA CARDIOVASCULAR)
  • Language: Português
  • Abstract: Associações entre polimorfismos no gene da eNOS e as concentrações plasmáticas de nitratos e nitritos (NOx) ainda apresentam controversias. No presente trabalho comparamos a distribuição dos haplótipos envolvendo três polimorfismos relevantes do gene da eNOS ('T POT. -786'C na região promotora; 4b/4a Intron 4, e Glu298Asp no Exon 7) em indivíduos saudáveis com concentrações plasmáticos de NOx altos e baixos. Estudamos um grupo homogêneo de 154 voluntários (homens, brancos, em jejum, não fumantes, com idade entre 18-60 anos de idade, e que não faziam uso de qualquer medicamento). O DNA genômico foi extraído das amostras de sangue total, a genotipagem foi realizada por PCR seguido de digestão com enzima de restrição. O NOx circulante foi determinado pela técnica de quimioluminescência. As freqüências haplotípicas foram comparadas entre dois grupos de voluntários: os 30 indivíduos com baixas concentrações plasmáticas de NOx (grupo L) e os 30 indivíduos com altos concentrações de NOx plasmático (Grupo H). Os concentrações de NOx nos grupos L e H foram de 24,2±4,5µM e 80,9±8,9µM, respectivamente. As freqüências genotípicas para os três polimorfismos não apresentaram diferenças significativas comparando-se os grupos (todos com P > 0,05, no teste x²). Entretanto, o haplótipo incluindo o alelo "C" (promotor), 4b (intron 4) e Glu (Exon 7) mostrou-se significativamente mais comum no grupo L (16%) do que no grupo H (4%) (P=0,0047). As freqüências dos demais haplótipos nãoapresentaram diferenças entre os grupos. Enquanto que, ao avaliar a existência de associação entre genótipos da eNOS com NOx circulante, não encontramos diferenças entre os grupos L e H, o haplótipo específico incluindo os alelos "C", "4b" e "Glu" apresentou associação com baixas concentrações de Nox circulante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.06.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      METZGER, Ingrid Ferreira; SANTOS, José Eduardo Tanus dos. Influência de haplótipos da sintase endotelial do óxido nítrico (NO) sobre a biodisponibilidade sistêmica de NO. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Metzger, I. F., & Santos, J. E. T. dos. (2006). Influência de haplótipos da sintase endotelial do óxido nítrico (NO) sobre a biodisponibilidade sistêmica de NO. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Metzger IF, Santos JET dos. Influência de haplótipos da sintase endotelial do óxido nítrico (NO) sobre a biodisponibilidade sistêmica de NO. 2006 ;
    • Vancouver

      Metzger IF, Santos JET dos. Influência de haplótipos da sintase endotelial do óxido nítrico (NO) sobre a biodisponibilidade sistêmica de NO. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021