Exportar registro bibliográfico

Diversidade da meiofauna e correlações com fontes de poluição orgânica na praia de Barequeçaba, São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PANNUTI, CAROLINA VIANA - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIF
  • Subjects: MEIOFAUNA; COLIIFORMES; POLUIÇÃO DA ÁGUA
  • Language: Português
  • Abstract: Recentemente tem havido crescente interesse no uso da meiofauna de sedimentos marinhos em estudos de biomonitoramento devido à sua alta sensibilidade e respostas rápidas ao despejo de material antropogênico. Os estuários e oceanos são os depósitos finais de uma inúmera variedade de substâncias descartadas deliberada ou acidentalmente pelas atividades antrópicas.Este estudo tem como objetivo a descrição da diversidade da meiofauna presente na praia de Barequeçaba, município de São Sebastião, estado de São Paulo, Brasil, em 2003/2004 em diferentes condições ambientais.A prevenção e controle de poluentes aos ambientes aquáticos são difíceis de realizar devido à interferência das condições hidrodinâmicas e dos fatores bióticos. Os testes de toxicidade, ou bioensaios utilizados nesta pesquisa compõe uma técnica alternativa confiável, capaz de prever o impacto desses agentes sobre a biota dos recursos hídricos receptores. O número médio de indivíduos da meiofauna total encontrado no presente estudo foi de 21.04 ind.5 cm², com desvio padrão de 74.8 ind.5 cm², distribuídos por seis Ordens/ Classe. A soma dos indivíduos encontrados nas 50 amostras coletadas no estudo foi de 6.166 ind.5 cm², e o número médio de indivíduos foi de 1.233 ind.5 cm². A classe Nematoda predominou em todas as amostras com média de 119.5 ind.5 cm², com desvio padrão de 148.9 ind.5 cm², representando 94.8% da fauna total. Em seguida veio o grupo taxonômico Foraminífero, que representou 2.2% da faunatotal, com média de 2.8 ind.5 cm² e desvio padrão de 3.2 ind.5 cm². O grupo Rotíferos apresentou média de 3.4 ind.5 cm² com desvio padrão de 13.8 ind.5 cm² e representou 1.9% da fauna total. O grupo formado por organismos do grupo taxonômico Amebas / Ciliados apareceu em 0.87% da fauna total com médias de 1.1 ind.5 cm² e desvio padrão de 4.2 ind.5 cm². Indivíduos do grupo Gnatostomolideos foram encontrados em apenas uma amostra, representando 0.22% da fauna total com média de 0.30 ind.5 cm² e desvio padrão de 2.14 ind.5 cm². O grupo Gastrotricos também apareceu em apenas uma das amostras na região médio litoral superior e representou 0,01% da fauna do estudo com 0.02 ind.5 cm² e desvio padrão de 0.14 ind.5 cm². Em relação aos pontos de coleta, o ponto 02, na região central da praia, apresentou as maiores médias, com 45 ind.5 cm² e valores de variância nos dados 104.3 ind.5 cm², seguido do ponto 01, localizado ao canto esquerdo da praia, com média de 26.6 ind.5 cm² e desvio padrão de 54. O ponto 03, localizado ao canto direito da praia, apresentou média de 26 ind.5 cm² com variância de 61 ind.5 cm². Em relação à sazonalidade, destaca-se a coleta do verão de 2004 (data da coleta: 18-03-04) com média total de 45 ind.5 cm² e desvio de 107.5 ind.5 cm², seguida da coleta realizada na primavera de 2003 (data da coleta: 16-12-03) que apresentou média de indivíduos de 44.6 ind.5 cm² e desvio padrão de 135.3 ind.5 cm². Os experimentos toxicológicosdemonstraram uma queda nas médias de fecundação e desenvolvimento êmbrio-larval do ouriço do mar Lytechinus variegatus em todas as amostras testadas e analisadas sazonalmente, sugerindo uma influência direta dos afluentes presentes na praia de Barequeçaba sob a fauna local, em destaque para a região do ponto 01, localizado no canto ao lado esquerdo, vizinho ao afluente permanente. Estes dados sugerem que a comunidade meiofaunística da praia pesquisada está sob forte influência dos fatores ecológicos e poluição de origem orgânica, evidenciada pela queda da diversidade da comunidade em estudo.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.03.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PANNUTI, Carolina Vianna; FREITAS, José Carlos de. Diversidade da meiofauna e correlações com fontes de poluição orgânica na praia de Barequeçaba, São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Pannuti, C. V., & Freitas, J. C. de. (2006). Diversidade da meiofauna e correlações com fontes de poluição orgânica na praia de Barequeçaba, São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Pannuti CV, Freitas JC de. Diversidade da meiofauna e correlações com fontes de poluição orgânica na praia de Barequeçaba, São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. 2006 ;
    • Vancouver

      Pannuti CV, Freitas JC de. Diversidade da meiofauna e correlações com fontes de poluição orgânica na praia de Barequeçaba, São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020