Exportar registro bibliográfico

Síntese e caracterização de nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro com aplicação ao estudo da cinética de eliminação e biodistribuição em ratos (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: CONTRERAS, LIONEL FERNEL GAMARRA - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FGE
  • Subjects: NANOTECNOLOGIA; NANOPARTÍCULAS
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho teve como objetivos principais: estudar as características morfológicas, estruturais e magnéticas de uma suspensão coloidal biocompatível comercial "Endorem POT.TM"; sintetizar e caracterizar suspensões coloidais biocompatíveis estáveis à base nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro, obtidas mediante o processo do sol-gel e realizar estudos in vivo através da cinética de eliminação e biodistribuição de nanopartículas magnéticas no sangue e no fígado de ratos, através das técnicas de Ressonância Paramagnética Eletrônica (RPE) e Fluorescência de raios X (FRX) O presente trabalho foi dividido em quatro etapas. A primeira etapa correspondeu encontrar as características morfológicas, estruturais e magnéticas de uma suspensão coloidal biocompatível comercial "Endorem POT.TM", como parte de uma investigação direcionada para melhorar as características dos agentes de contraste utilizados em Imagem por Ressonância Magnética(IRM). Foi constatado que a amostra comercial está composta de nanopartículas esferoidais, apresentando boa homogeneidade na forma e tamanho perto da monodispersidade com um diâmetro médio de (10,00 "+ OU -" 0,27) nm obtidas através de Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET) e confirmadas por Espalhamento de Raios X a baixo ângulo (SAXS). A identificação da fase das partículas foi possível utilizando a espectroscopia Mössbauer, sendo constatada que o material em suspensão era formado por nanopartículas de magnetita e que àtemperatura ambiente, apresentam-se no estado superparamagnético. Mediante as curvas de magnetização, esfriamento com campo zero (ZFC) e esfriamento em presença de campo magnético (FC) foi observada uma transição para o estado de bloqueio em "T IND.B" = (49 ± 1) K. Medidas de magnetização em função do campo mostraram que o material tem comportamento superparamagnético, confirmado por meio da ressonância paramagnética eletrônica (RPE). ) Na segunda etapa foi determinada uma metodologia para o estudo da secagem de ferrofluidos, necessária para a caracterização morfológica estrutural e magnética das nanopartículas mostrando que a técnica de secagem por liofilização é a técnica mais adequada para obter o ferrofluido na forma de pó sem que ocorram mudanças físico-químicas na estrutura das nanopartículas. Na terceira etapa foi realizada a síntese e caracterização do ferrofluido biocompatível obtidas mediante o processo do sol-gel, que satisfaz as características físico-químicas de um agente de contraste por IRM. Na amostra sintetizada as nanopartículas da suspensão coloidal apresentaram um diâmetro médio de (12,6 "+ OU -"± 0,2) nm estimado através da MET e confirmada por SAXS. Por meio da espectroscopia Mössbauer mostrou-se que as nanopartículas estão no estado superparamagnético e composta por nanopartículas de magnetita. As curvas de magnetização ZFC e FC mostraram um bloqueio à temperatura de "T IND.B" = (89 6 "+ OU -" 1) K e as medidas de magnetização em função docampo indicaram que o material tem um comportamento superparamagnético, confirmado por RPE. Finalmente na quarta etapa foram realizados estudos in vivo através da cinética de eliminação e biodistribuição de nanopartículas magnéticas no sangue e no fígado de ratos, usando a técnica de RPE e foi encontrada uma metodologia alternativa para o mesmo estudo mediante a técnica de fluorescência de raios X (FRX), mostrando-se ambas as técnicas apropriadas para tal estudo. Um decaimento cinético da presença do agente de contraste na corrente sangüínea foi encontrado por RPE com meia-vida de (11,5 6 "+ OU -" 0,2) min. e com taxa de eliminação das nanopartículas de "(0,060 6 "+ OU -" 0,001) min POT.-1". , encontrando-se valores muito próximos por FRX de (12,6 6 "+ OU -" 0,4) min. como tempo de meia-vida e com uma taxa de eliminação das nanopartículas de ) "(0,060 6 "+ OU -" 0,001) min POT.-1". , encontrando-se valores muito próximos por FRX de (12,6 6 "+ OU -" 0,4) min. como tempo de meia-vida e com uma taxa de eliminação das nanopartículas de "(0,055 6 "+ OU -" 0,002) min POT.-1". Nos estudos da biodistribuição no fígado utilizando a técnica RPE mostrou uma taxa de acumulação das nanopartículas de "(0,041 6 "+ OU -" 0,004)min POT.-1", enquanto a FRX indicou um valor de (0,055 6 "+ OU -" 0,006) min-1
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.05.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GAMARRA CONTRERAS, Lionel Fernel; PONTUSCHKA, W. M. Síntese e caracterização de nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro com aplicação ao estudo da cinética de eliminação e biodistribuição em ratos. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Gamarra Contreras, L. F., & Pontuschka, W. M. (2006). Síntese e caracterização de nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro com aplicação ao estudo da cinética de eliminação e biodistribuição em ratos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Gamarra Contreras LF, Pontuschka WM. Síntese e caracterização de nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro com aplicação ao estudo da cinética de eliminação e biodistribuição em ratos. 2006 ;
    • Vancouver

      Gamarra Contreras LF, Pontuschka WM. Síntese e caracterização de nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro com aplicação ao estudo da cinética de eliminação e biodistribuição em ratos. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021