Exportar registro bibliográfico

Competências para a gestão de unidades básicas de saúde: percepção do gestor (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated author: ANDRÉ, ADRIANA MARIA - EE
  • School: EE
  • Sigla do Departamento: ENO
  • Subjects: ADMINISTRAÇÃO; ORGANIZAÇÃO (ADMINISTRAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Considerando a importância do gerenciamento das Unidades Básicas de Saúde para a melhoria da saúde da população com o enfoque de saúde enquanto "qualidade de vida" realizamos a presente investigação, tendo como objetivos gerais conhecer o perfil de competências dos atuais gestores das Unidades Básicas de Saúde do Município de São Paulo e analisar se essas competências favorecem ou não a implementação dos novos modelos assistenciais e gerenciais, que contemplam as estratégias que lhe são inerentes. Os objetivos específicos foram: identificar na percepção dos atuais gestores quais são as competências para a gestão das UBS e problematizar se a formação e o preparo específico destes gestores influenciam no modo de operacionalização das estratégias e na dinâmica das equipes envolvidas nos serviços. A pesquisa foi qualitativa e a pesquisadora faz parte da instituição em que a investigação foi realizada. A proposta era provocar mudança de paradigmas nos agentes envolvidos, caracterizando-se dessa maneira uma pesquisa ação. Na primeira fase os dados foram coletados por meio de entrevistas e na segunda, realizamos uma devolutiva das análises das entrevistas, cujas unidades de significado nortearam os temas disparadores para a realização de um encontro de grupo focal. Foram três temas: quais são os conhecimentos gerenciais necessários a um gestor de UBS, quais são as habilidades gerenciais a serem desenvolvidas por um gestor de UBS e quais são as atitudes que devempermear essas habilidades. Dez dos dezenove gerentes da região estudada (52,63%) participaram da pesquisa. Os resultados evidenciaram que a percepção dos atuais gestores em relação às competências para gerir uma UBS contemplam uma visão simplista e que existe um despreparo desses agentes. Isto influencia diretamente o modo de operacionalização das estratégias e a dinâmica das equipes, contribuindo para a ineficácia e ineficiência dos processos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2006
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANDRÉ, Adriana Maria; CIAMPONE, Maria Helena Trench. Competências para a gestão de unidades básicas de saúde: percepção do gestor. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7131/tde-29032006-101242/ >.
    • APA

      André, A. M., & Ciampone, M. H. T. (2006). Competências para a gestão de unidades básicas de saúde: percepção do gestor. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7131/tde-29032006-101242/
    • NLM

      André AM, Ciampone MHT. Competências para a gestão de unidades básicas de saúde: percepção do gestor [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7131/tde-29032006-101242/
    • Vancouver

      André AM, Ciampone MHT. Competências para a gestão de unidades básicas de saúde: percepção do gestor [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7131/tde-29032006-101242/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020